Mogli: O Menino Lobo | Crítica

mogli 3

Mogli: O Menino Lobo, é baseado no Livro da Selva, obra literária datado de 1894 escrita pelo inglês Rudyard Kipling. Pela data e pelas inúmeras referências, percebe-se que foi escrito em meio a ocupação inglesa na Índia. Mogli, apesar de ser um menino indiano, nada mais é do que a representação do “homem civilizado” numa terra “selvagem” e serviu para mostrar àquele povo que seu meio de vida, com sua tecnologia (bem básico, salvo a época) poderiam sim ajudá-los a viver melhor.

Mas o Livro da Selva não é apenas um despejo de regras sobre convivência e hierarquia, é também uma fábula sobre diversidade e tolerância, e é nisso que o diretor Jon Favreau tenta focar nesta nova versão da Disney, mesmo  que fazendo inúmeras cenas quase iguais e referências à primeira versão, uma animação de 1967, que, apesar de tudo, devido à época em que foi feito talvez, ainda pecava nas questões raciais ao fazer os animais desejarem ser iguais a Mogli.

mogli 1

O longa conta a história de um menino (o adorável Neel Sethi) que, ainda muito pequeno, teve seu pai assassinado pelo tigre Shere Khan (Idris Elba na versão original, Thiago Lacerda na dublada) que, ferido, decide se vingar da criança anos depois ao vê-lo vivendo numa matilha de lobos, pois a pantera Bagheera (Ben Kingsley/Dan Stulbach) o levou para ser criado por Raksha (Lupita Nyong’o/Julia Lemmertz). Mogli, que tentava ser igual aos lobos, precisa deixar a matilha e ir à aldeia dos homens para se salvar, e no caminho encontra outros animais, como a serpente Kaa (Scarlett Johansson/Alinne Moraes), o urso Baloo (Bill Murray/Marcos Palmeira), que torna-se seu amigo e o orangotango rei, Louie (Chrstopher Walken/Tiago Abravanel).

mogli 2

Todos esses encontros servem para mostrar a Mogli e ao público o ecossistema ali na selva como uma metáfora das regras de convivência no nosso “mundo civilizado”, pois a criança ingênua é ludibriada pela cobra e explorada pelo urso, que aproveita de suas técnicas de ser humano para conseguir mel. É neste momento que Mogli, ao mesmo tempo que se afasta de sua criação de lobo e se aproxima de sua humanidade, mais demonstra que podemos conviver em paz se explorarmos a natureza sem degradá-la.

O longa também se aproxima do original de 1967 ao incluir números musicais, mas mesmo assim ele não pode ser considerado do gênero musical, pois os momentos são pontuais e às vezes soa até meio deslocado, como a canção do orangotango, que começa a cantar do nada em meio a uma cena tensa

mogli 5

Os afeitos especiais são um caso à parte; nada em Mogli: O Menino Lobo é real, ele não esteve numa selva durante as filmagens, sequer num jardim botânico, tudo é efeito de CGI, mas é muito realista na maior parte do tempo. Os animais, feitos por captura de movimentos, já parecem mais “falsos”, mas isso não compromete a história pois afinal, eles são animais falantes, portanto não precisam ser 100% realistas.

No fim das contas, Mogli é um belo filme feito cuidadosamente para agradar toda a família, com aventura e, como toda fábula, uma moral da história que devemos sempre passar às crianças (e aos adultos também), em saber conviver com as diferenças. E como dizia Darwin em sua teoria da evolução: não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças.

Cotação-4-5

Mogli: O Menino Lobo (The Jungle Book)

Mogli: O Menino Lobo - poster nacional

Direção: Jon Favreau

Roteiro: Justin Marks, baseado no livro de Rudyard Kipling

Elenco: Neel Sethi, Bill Murray, Ben Kingsley, Idris Elba, Lupita Nyong’o, Scarlett Johansson, Giancarlo Esposito, Christopher Walken, Garry Shandling, Brighton Rose, Emjay Anthony, Max Favreau, Chloe Hechter, Asher Blinkoff, Knox Gagnon, Sasha Schreiber, Kai Schreiber, Jon Favreau, Sam Raimi, Russell Peters.

Gênero: Aventura/Drama

Duração: 105 minutos

One comment

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s