Estreias da Semana – 14 de abril

Veja as principais estreias da semana nos cinemas brasileiros:

 

Mogli: O Menino Lobo (The Jungle Book)

Mogli: O Menino Lobo - poster nacional

Direção: Jon Favreau

Roteiro: Justin Marks, baseado no livro de Rudyard Kipling

Elenco: Neel Sethi, Bill Murray, Ben Kingsley, Idris Elba, Lupita Nyong’o, Scarlett Johansson, Giancarlo Esposito, Christopher Walken, Garry Shandling, Brighton Rose, Emjay Anthony, Max Favreau, Chloe Hechter, Asher Blinkoff, Knox Gagnon, Sasha Schreiber, Kai Schreiber, Jon Favreau, Sam Raimi, Russell Peters.

Gênero: Aventura/Drama

Duração: 105 minutos

Sinopse: A trama gira em torno do jovem Mogli (Neel Sethi), garoto de origem indiana que foi criado por lobos em pela selva, contando apenas com a companhia de um urso e uma pantera negra.

Notas: Baseado no livro homônimo de Rudyard Kipling.

Disponível em 2D e também em 3D em cinemas selecionados.

Décimo primeiro filme do também ator e produtor Jon Favreau na direção. Os anteriores são Bad Cop, Bad Cop (1998), Smog (1999), Crime Desorganizado (2001), Elf: Um Duende em Nova York (2003), Life On Parole (2003), Zathura: Uma Aventura Espacial (2005), Homem de Ferro (2008), Homem de Ferro 2 (2010), Cowboys & Aliens (2011) e Chef (2014).

 

Ave, César! (Hail, Caesar!)

Ave, César! - poster nacional

Direção: Ethan Coen e Joel Coen

Roteiro: Ethan Coen e Joel Coen

Elenco: Josh Brolin, George Clooney, Alden Ehrenreich, Ralph Fiennes, Scarlett Johansson, Tilda Swinton, Frances McDormand, Channing Tatum, Jonah Hill, Veronica Osorio, Heather Goldenhersh, Alison Pill, Max Baker, Clancy Brown, Fisher Stevens, Patrick Fischler, Tom Musgrave, David Krumholtz, Greg Baldwin, Patrick Carroll.

Gênero: Comédia/Musical/Policial

Duração: 106 minutos

Sinopse: Hollywood, anos 1950. Edward Mannix (Josh Brolin) é o responsável por proteger as estrelas do estúdio Capitol Pictures de escândalos e polêmicas e vive um dia intenso quando Baird Whitlock (George Clooney), astro da superprodução Hail, Caesar!, é sequestrado no meio das filmagens por uma organização chamada “Futuro”.

Notas: Orçamento estimado em US$ 22 milhões.

Os cultuados Irmãos Coen, Ethan e Joel, diretores e roteiristas, são responsáveis por obras do cinema moderno, tais como: Gosto de Sangue (1984), Arizona Nunca Mais (1987), Ajuste Final (1990), Barton Fink: Delírios de Hollywood (1991), Na Roda da Fortuna (1994), Fargo: Uma Comédia de Erros (1996), O Grande Lebowski (1998), E Aí, Meu Irmão, Cadê Você? (2000), O Homem Que Não Estava Lá (2001), O Amor Custa Caro (2003), Matadores de Velhinha (2004), Onde os Fracos Não Têm Vez (2007), Queime Depois de Ler (2008), Um Homem Sério (2009), Bravura Indômita (2010) e Inside Llewyn Davis: Balada de Um Homem Comum (2013).

 

O Escaravelho do Diabo (O Escaravelho do Diabo)

O Escaravelho do Diabo - poster

Direção: Carlo Milani

Roteiro: Melanie Dimantas e Ronaldo Santos, baseado no livro de Lúcia Machado de Almeida

Elenco: Thiago Rosseti, Bruna Cavalieri, Marcos Caruso, Jonas Bloch, Lourenço Mutarelli, Celso Frateschi, Selma Egrei, Augusto Madeira, Isaac Bardavid, Ana Cecília Costa, Lara Córdula, Roney Facchini, Bruce Gomlevsky, Cirillo Luna, Jairo Mattos, Bianca Müller, Regina Remencius, Karin Rodrigues, Thogun Teixeira.

Gênero: Aventura/Suspense

Duração: 90 minutos

Sinopse: A pequena cidade de Vale das Flores é marcada por um crime surpreendente: o jovem Hugo Maltese (Cirillo Luna) é encontrado morto com uma antiga espada encravada no peito. O detalhe é que, antes de morrer, ele recebeu uma estranha caixa com um escaravelho dentro. Logo outra vítima é morta, após receber uma caixa semelhante. O delegado Pimentel (Marcos Caruso) e o garoto Alberto Maltese (Thiago Rossetti) começam a buscar este assassino em série, que escolhe seu alvo com uma característica em particular: são todas pessoas ruivas legítimas.

Notas: Baseado no livro homônimo de Lúcia Machado de Almeida, lançado nos anos 70 e 80 pela clássica série vaga-lume, da Editora Ática.

Longa de estreia de Carlo Milani na direção.

 

Mente Criminosa (Criminal)

Mente Criminosa - poster nacional

Direção: Ariel Vromen

Roteiro: Douglas Cook e David Weisberg

Elenco: Gal Gadot, Ryan Reynolds, Alice Eve, Kevin Costner, Antje True, Gary Oldman, Tommy Lee Jones, Scott Adkins, Michael Pitt, Amaury Nolasco, Colin Salmon, Natalie Burn, Robert Davi, Jordi Mollà, David Avery, Mark Rhino Smith, Steven Brand, Gisella Marengo, Doug Cockle, Henry Garrett.

Gênero: Ação/Drama/Ficção/Policial/Suspense

Duração: 113 minutos

Sinopse: Os segredos, memórias e habilidades de um agente da CIA morto são implantados em um prisioneiro imprevisível e perigoso com a intenção de ajudá-lo a interromper uma trama diabólica.

Notas: Orçamento estimado em US$ 31,5 milhões.

Quinto longa do israelita Ariel Vromen na direção. Os anteriores são Decisão Perigosa (2005), Danika (2006), Skeptical (2011) e O Homem de Gelo (2012).

 

Truman (Truman)

Truman - poster nacional

Direção: Cesc Gay

Roteiro: Tomàs Gay e Cesc Gay

Elenco: Ricardo Darín, Javier Cámara, Dolores Fonzi, Eduard Fernández, Troilo, Àlex Brendemühl, Pedro Casablanc, José Luis Gómez, Javier Gutiérrez, Elvira Mínguez, Oriol Pla, Nathalie Poza, Ágata Roca, Susi Sánchez, Francesc Orella, Ana Gracia, Silvia Abascal, Pepa Charro, Kira Miró, Lucie Desclozeaux.

Gênero: Comédia/Drama

Duração: 108 minutos

Sinopse: Dois amigos de infância (Ricardo Darín e Javier Cámara), separados por um oceano, se encontram depois de muitos anos. Eles passam uns dias juntos, lembrando os velhos tempos e grande amizade que se manteve com os anos, tornando-os inesquecíveis, devido o seu reencontro ser também o último adeus.

Notas: Orçamento estimado em € 3,8 milhões.

Sétimo longa de Cesc Gay na direção. Os anteriores são Hotel Room (1998), Krámpack (2000), En La Ciudad (2003), Ficció (2006), V.O.S. (2009) e O Que Os Homens Falam (2012).

Vencedor dos prêmios de melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Ricardo Darín), melhor ator coadjuvante (Javier Cámara) e melhor roteiro original no Cinema Writers Circle Awards, Spain 2016.

Vencedor do prêmio de melhor filme espanhol no Fotogramas de Plata 2016.

Vencedor dos prêmios de melhor filme não falado em língua catalã, melhor ator (Ricardo Darín), melhor ator coadjuvante (Javier Cámara), melhor atriz coadjuvante (Dolores Fonzi), melhor diretor e melhor roteiro no Gaudí Awards 2016.

Vencedor dos prêmios de melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro original, melhor ator (Ricardo Darín) e melhor ator coadjuvante (Javier Cámara) no Goya Awards 2016.

Vencedor dos prêmios de melhor filme e melhor ator (Ricardo Darín) no José María Forqué Awards 2016.

 

O Signo das Tetas (O Signo das Tetas)

O Signo das Tetas - poster

Direção: Frederico Machado

Roteiro: Frederico Machado

Elenco: Lauande Aires, João Capistrano, Maria Ethel, Rosa Ewerton, Nauro Machado, Júlia Martins, Wilka Salles, Fabiana Serra, Filipe dos Santos Costa.

Gênero: Drama

Duração: 73 minutos

Sinopse: Um homem (Lauande Aires), que vive no limite entre razão e loucura, está em busca de seu passado. Para isso, ele percorre diversas cidades do interior do Maranhão para tentar reconstruir sua história. Nesse road movie, ele vai conhecer os mais variados tipos de pessoas e reencontra signos de sua vida, mostrando um possível caminho para sua salvação.

Notas: Orçamento estimado em R$ 300.

Segundo longa de Frederico Machado na direção. O anterior é O Exercício do Caos (2013).

 

Onde o Mar Descansa (Sea Without Shore)

Onde o Mar Descansa - poster nacional

Direção: André Semenza e Fernanda Lippi

Roteiro: André Semenza, Katherine Philips, Charles Algernon Swinburne, Renée Vivien e Fernanda Lippi

Elenco: Livia Rangel, Fernanda Lippi, Anna Mesquita, Ankie Hermansson.

Gênero: Drama

Duração: 91 minutos

Sinopse: No final do século XIX, o romance entre duas mulheres é interrompido bruscamente. Com a perda da sua alma gêmea, a amante sobrevivente é arrastada pelo subconsciente e por forças desconhecidas para as profundezas de florestas remotas, um lugar onde não retorno.

Notas: Terceiro longa de André Semenza na direção. Os anteriores são Ashes of God (2003) e The Merging of Dance and Cinema: The Process (2012).

Segundo longa de Fernanda Lippi na direção. O anterior é The Merging of Dance and Cinema: The Process (2012).

 

Sinfonia da Necrópole (Sinfonia da Necrópole)

Sinfonia da Necrópole - poster

Direção: Juliana Rojas

Roteiro: Juliana Rojas

Elenco: Eduardo Gomes, Luciana Paes, Hugo Villavicenzio, Paulo Jordão, Germano Melo, Luís Mármora, Adriana Mendonça, Antonio Velloso, Augusto Pompeo, Lilian Blanc, Kiko Bertholini, Lucelia Machiaveli, Wandré Gouveia, Mariza Junqueira, Rodrigo Bolzan, Satiko Takao, Beto Matos, Amina Jorge, Sara Silveira, Thiago Ricarte, Gilda Nomacce, Daniel Chaia, Rony Koren, Sergio Silva, João Marcos de Almeida.

Gênero: Comédia/Drama/Musical/Romance

Duração: 94 minutos

Sinopse: Deodato (Eduardo Gomes) é um aprendiz de coveiro não muito animado com a profissão. Sua rotina melhora quando Jaqueline (Luciana Paes) surge no cemitério. Funcionária do serviço funerário, ela inicia um levantamento sobre túmulos abandonados com a ajuda do rapaz. A paixão o impede de pedir demissão, mas estranhos eventos continuam a abalar seu estado psicológico.

Notas: Vencedor do prêmio da crítica na competição brasileira longa metragem em 35mm no Festival de Gramado 2014.

Terceiro longa de Juliana Rojas na direção. Os anteriores são Trabalhar Cansa (2011) e A Ópera do Cemitério (2013).

 

A Três Vamos Lá (À Trois On Y Va)

A Três Vamos Lá - poster nacional

Direção: Jérôme Bonnell

Roteiro: Jérôme Bonnell e Maël Piriou

Elenco: Anaïs Demoustier, Félix Moati, Sophie Verbeeck, Patrick d’Assumçao, Olivier Broche, Laure Calamy, Hannelore Cayre, Claire Magnin, Caroline Baehr, Pierre Bizet, Marcelle Fontaine, Pascal Roux, Jurica Barisic, Mathieu Intikalau, Franck Andrieux, Jean-Jacques Rausin, Boris Loba Loba, Judith Rémy, Julien Emirian, Victor Guillemot.

Gênero: Comédia/Romance

Duração: 86 minutos

Sinopse: Charlotte (Sophie Verbeeck) e Micha (Félix Moati) estão apaixonados. Recentemente, eles compraram uma casa perto de Lille, na França, e pretendem viver felizes para sempre. Meses depois, Charlotte começa a trair seu amado com Mélodie (Anaïs Demoustier). Sem suspeitar de nada, ele se sente abandonado e começa a trair Charlotte também com Mélodie. Cúmplice desse segredo Mélodie está com a cabeça girando, porém, ela está apaixonada pelos dois.

Notas: Sexto longa de Jérôme Bonnell na direção. Os anteriores são Le Chignon d’Olga (2002), Les Yeux Clairs (2005), J’attends Quelqu’un (2007), La Dame de Trềfle (2009) e Apenas Um Suspiro (2013).

 

AVISO: A data de estreia dos filmes é de inteira responsabilidade de suas distribuidoras, sendo sempre possível uma mudança de datas de última hora.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s