Zootopia | Crítica

zootopia 3

Em Zootopia, os animais mamíferos “evoluíram” com o tempo, deixaram de ser selvagens e aprenderam a viver em sociedade tal qual os humanos (que não existem na história). Enquanto sociedade, cada um tem o seu “papel”, seja o de agricultor, seja o de policial. Os coelhos, como a família da protagonista, Judy Hopps, são essencialmente agricultores que cultivam não apenas cenouras, mas frutas também, para proteger a população, tem-se os animais de grande porte.

Mas Judy não se vê “no seu lugar”, seu sonho é ser policial, e ela luta por isso até conseguir, mesmo com todos os obstáculos, que não são poucos. E engana-se que seria o treinamento pesado ao estilo Tropa de Elite (nos padrões Disney, é claro), mas porque Judy sofre bullying o tempo todo por sua condição (ela é presa, e não predador). E temos aí o verdadeiro tema da história.

zootopia 5

Zootopia é o nome da grande cidade desta sociedade de mamíferos onde aparentemente todos vivem em harmonia, onde qualquer um pode ser o que quiser. E é incrível ver tudo o que os diretores e equipe de arte pensaram ao criar essa cidade fantástica, cheia de sub-distritos, onde animais dos mais variados tamanhos, desde girafas até ratinhos, convivem em harmonia. Tudo foi pensado para agregar a todos (o trem por exemplo, tem três portas, pequena, média e grande, para cada porte de animal).

Mas essa sociedade quase utópica (perceberam aí o lance do título, hein?) vai se desconstruindo, não só nos sutis momentos em que Judy sofre preconceito, mas com a trama de investigação que serve como pano de fundo: alguns animais desapareceram, e descobre-se que estão virando selvagens novamente, coincidentemente, são todos predadores. Quando isso vem à tona, o medo do desconhecido e a discriminação quase destroem essa sociedade democrática.

zootopia 4

Qualquer semelhança com o mundo real não é mera coincidência. Através de bichinhos fofinhos a Disney conseguiu abordar mais um tema espinhosíssimo, que é o preconceito racial. Vemos isso ainda mais claramente no personagem da raposa, Nick Wilde, que, como toda raposa, é muito esperta, e por isso vive na malandragem, mas invariavelmente acaba ajudando Judy na investigação e serve como a figura que vai desconstruir o preconceito da protagonista e do público.

Nick age como uma raposa sorrateira porque cresceu ouvindo que assim que raposas são, e nunca deixarão de ser, ninguém confia numa raposa, e se ninguém confia, ninguém dá oportunidades, e se a raposa não tem oportunidades, ela vai se virar fazendo aquilo que a discriminam por ser uma raposa. Entende o círculo vicioso? A sociedade age assim, marginaliza antes mesmo de dar uma chance ao outro, que acaba muitas vezes sem outra alternativa.

zootopia 1

O mais interessante neste filme, além do visual, da trama policial, dos microcosmos dentro do cosmos e das referências cinematográficas (a de O Poderoso Chefão é impagável!), é o de dar tapas na cara da plateia, mesmo que com patinhas fofas, para mostrar o quanto a violência nos influencia , e que enquanto enxergarmos apenas o que nos diferencia e nos separa, jamais atingiremos a utopia de um mundo que convive pacificamente com as diferenças, afinal são elas que dão cor e beleza à vida.

 

Cotação-5-5

 

Zootopia: Essa Cidade é o Bicho (Zootopia)

Zootopia: Essa Cidade é o Bicho - poster nacional

Direção: Byron Howard, Rich Moore e Jared Bush

Roteiro: Jared Bush e Phil Johnston, baseado em história de Byron Howard, Jared Bush, Rich Moore, Phil Johnston, Jennifer Lee, Josie Trinidad, Jim Reardon e Dan Fogelman

Elenco: Ginnifer Goodwin, Jason Bateman, Idris Elba, Jenny Slate, Nate Torrence, Bonnie Hunt, Don Lake, Tommy Chong, J.K. Simmons, Octavia Spencer, Alan Tudyk, Shakira, Raymond S. Persi, Della Saba, Maurice LaMarche, Phil Johnston, Fuschia!, John DiMaggio, Katie Lowes, Gita Reddy.

Gênero: Ação/Animação/Aventura/Comédia

Duração: 108 minutos

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s