Estreias da Semana – 10 de março

Veja as principais estreias da semana nos cinemas brasileiros:

 

A Série Divergente: Convergente (The Divergent Series: Allegiant)

A Série Divergente: Convergente - poster nacional

Direção: Robert Schwentke

Roteiro: Noah Oppenheim, Adam Cooper e Bill Collage, baseado no livro de Veronica Roth

Elenco: Shailene Woodley, Zoë Kravitz, Theo James, Miles Teller, Naomi Watts, Jeff Daniels, Maggie Q, Ansel Elgort, Jonny Weston, Bill Skarsgård, Xander Berkeley, Keiynan Lonsdale, Joseph David-Jones, Robert Dane Goodwin, Dante Briggins, Autumn Dial, Nadia Hilker, Courtney Hope, Nea Dune, Hannah Alligood.

Gênero: Ação/Aventura/Ficção

Duração: 121 minutos

Sinopse: Após a mensagem de Edith Prior (Janet McTeer) ser revelada, Tris (Shailene Woodley), Quatro (Theo James), Caleb (Ansel Elgort), Peter (Miles Teller), Christina (Zoë Kravitz) e Tori (Maggie Q) deixam Chicago para descobrir o que há além da cerca. Ao chegarem lá, eles descobrem a existência de uma nova sociedade.

Notas: Baseado no livro homônimo de Veronica Roth.

Sequência de Divergente (2014) e A Série Divergente: Insurgente (2015).

Disponível em 2D e também em IMAX em cinemas selecionados.

Oitavo longa do alemão Robert Schwentke na direção. Os anteriores são Tattoo (2002), Eierdiebe (2003), Plano de Vôo (2005), Te Amarei Para Sempre (2009), Red: Aposentados e Perigosos (2010), R.I.P.D. – Agentes do Além (2013) e A Série Divergente: Insurgente (2015).

 

Tudo Vai Ficar Bem (Every Thing Will Be Fine)

Tudo Vai Ficar Bem - poster nacional

Direção: Wim Wenders

Roteiro: Bjørn Olaf Johannessen

Elenco: Rachel McAdams, James Franco, Peter Stormare, Charlotte Gainsbourg, Julia Sarah Stone, Marie-Josée Croze, Patrick Bauchau, Jack Fulton, Robert Naylor, Lilah Fitzgerald, Céline Bonnier, Peter Miller, Martin Sims, Julien Boissaud, Anne-Sophie Bozon, Philippe Vanasse-Paquet, Jessy Gagnon, Rachelle Bergeron, Benoit Priest, Nathaly Thibault.

Gênero: Drama

Duração: 118 minutos

Sinopse: Certo dia o escritor Tomas (James Franco) briga com a sua namorada e decide dirigir sem rumo. Nervoso, perde o controle do carro, atropela e mata uma criança. Afetado pelo trágico acidente, ele não consegue mais ter uma vida tranquila.

Notas: O veterano diretor alemão Wim Wenders tem em sua carreira longas como O Medo do Goleiro Diante do Pênalti (1972), Movimento em Falso (1975), O Amigo Americano (1977), Hammett – Mistério em Chinatown (1982), O Estado das Coisas (1982), Paris, Texas (1984), Asas do Desejo (1987), Até o Fim do Mundo (1991), Tão Longe, Tão Perto (1993), O Céu de Lisboa (1994), Além das Nuvens (1995), O Fim da Violência (1997), Buena Vista Social Club (1999), O Hotel de Um Milhão de Dólares (2000), Medo e Obsessão (2004), Estrela Solitária (2005), Palermo Shooting (2008), Pina (2011) e O Sal da Terra (2014), entre outros.

 

Boa Noite, Mamãe! (Ich Seh, Ich Seh)

Boa Noite, Mamãe! - poster nacional

Direção: Severin Fiala e Veronika Franz

Roteiro: Severin Fiala e Veronika Franz

Elenco: Lukas Schwarz, Elias Schwarz, Susanne Wuest, Hans Escher, Elfriede Schatz, Karl Purker, Georg Deliovsky, Christian Steindl, Christian Schatz, Erwin Schmalzbauer, Michael Ande, Ruth Leuwerik.

Gênero: Drama/Suspense/Terror

Duração: 99 minutos

Sinopse: Uma família vive em uma residência isolada em meio a árvores e plantações de milho. Após dias afastada por conta de cirurgias plásticas, a mãe (Susanne Wuest) volta para casa e não é reconhecida pelos filhos gêmeos Lukas (Lukas Schwarz) e Elias (Elias Schwarz). As crianças, de nove anos, duvidam que a mulher de rosto coberto seja realmente sua mãe e a partir de então nada será como antes.

Notas: Segundo longa de Severin Fiala e Veronika Franz na direção. O anterior é Kern (2012).

Selecionado pela Áustria para a corrida pelo Oscar 2016 de melhor filme estrangeiro.

Vencedor dos prêmios de melhor filme, melhor diretor, melhor fotografia, melhor maquiagem e melhor design de produção no Austrian Film Award, AT 2016.

Vencedor do prêmio de melhor filme estrangeiro no Las Vegas Film Critics Society Awards 2015.

Vencedor do prêmio de melhor filme no Ljubljana International Film Festival 2014.

Vencedor do prêmio de melhor filme estrangeiro no St. Louis Film Critics Association, US 2015.

 

Little Boy: Além do Impossível (Little Boy)

Little Boy: Além do Impossível - poster nacional

Direção: Alejandro Monteverde

Roteiro: Alejandro Monteverde e Pepe Portillo

Elenco: Jakob Salvati, Michael Rapaport, Ted Levine, Kevin James, Emily Watson, Ben Chaplin, David Henrie, Tom Wilkinson, Cary-Hiroyuki Tagawa, Abraham Benrubi, Ali Landry, Eduardo Verástegui, Toby Huss, Candice Azzara, Kelly Greyson, James DuMont, David Ury, Jill Kelly, Rick Mora, Mary Stein.

Gênero: Comédia/Drama/Guerra

Duração: 106 minutos

Sinopse: O pequeno Pepper Flint Busbee ou simplesmente Little Boy (Jakob Salvati), de 8 anos, vive em uma pequena cidade nos Estados Unidos e é alvo de brincadeiras com outras crianças por ser muito baixo. Seu único amigo é James Busbee (Michael Rapaport), seu próprio pai. No entanto, ele precisa ir para a guerra e acaba deixando o menino sozinho.

Notas: Orçamento estimado em US$ 20 milhões.

Segundo longa de Alejandro Monteverde na direção. O anterior é Bella (2006).

 

É o Amor (C’Est L’Amour)

É o Amor - poster nacional

Direção: Paul Vecchiali

Roteiro: Paul Vecchiali

Elenco: Astrid Adverbe, Pascal Cervo, Julien Lucq, Frédéric Karakozian, Paul Vecchiali, Manuel Lanzenberg, Roland Munter, Mireille Roussel, Simone Tassimot, Axelle Ropert, Serge Bozon, Anaïs Garnier, Marilyne Lattard, Catherine Estrade, Vincent Commaret, Alain Laub, Raphäel Neal.

Gênero: Drama/Romance

Duração: 97 minutos

Sinopse: Odile (Astrid Adverbe) é casada com Jean (Pascal Cervo) e suspeita que o marido está traindo-a. Com esse palpite, ela decide se vingar dele da mesma forma. O destino faz ela conhecer Daniel, um ator que mora com um ex-militar. Apesar de Odile querer apenas punir o marido, sua relação com Daniel cria consequências inesperadas, fazendo com que os dois estejam ligados para sempre.

Notas: O veterano diretor francês Paul Vecchiali tem em sua longa carreira filmes como Albert Camus (1973), Femme Femme (1974), La Machine (1977), Trous de Mémoire (1985), Once More (1988), Le Café des Jules (1989), Wonder Boy – De Sueur et de Sang (1994), Zone Franche (1996), Humeurs et Rumeurs e Noites Brancas no Píer (2014), entre outros.

 

O Presidente (The President)

O Presidente - poster nacional

Direção: Mohsen Makhmalbaf

Roteiro: Mohsen Makhmalbaf e Marziyeh Meshkiny

Elenco: Mikheil Gomiashvili, Dachi Orvelashvili.

Gênero: Drama

Duração: 119 minutos

Sinopse: Numa aldeia fictícia do Cáucaso, o Presidente em fuga tem apenas a companhia do neto de cinco anos. Um golpe de Estado aconteceu e o ditador agora circula pelas terras que um dia governou disfarçado de músico. Pela primeira vez ele se aproxima realmente da gente que por tanto tempo liderou, finalmente conhecendo aquele que era seu povo.

Notas: Vencedor do prêmio de melhor filme no Chicago International Film Festival 2014.

Vencedor do prêmio da audiência no Tokyo FILMeX 2014.

Filme de abertura da Mostra Orizzonti do Festival de Veneza 2014.

Vigésimo terceiro longa do iraniano Mohsen Makhmalbaf na direção. Os anteriores são Tobeh Nosuh (1983), Este’aze (1984), Do Cheshman Beesu (1984), Baykot (1985), O Ciclista (1987), Dastforoush (1989), Feridas de Um Casamento (1989), Nobat e Asheghi (1990), Shabhaye Zayendeh-Rood (1991), Nassereddin Shah, Actor-e Cinema (1992), Honarpisheh (1993), Salve o Cinema (1995), Gabbeh (1996), Um Instante de Inocência (1996), O Silêncio (1998), A Caminho de Kandahar (2001), Alefbay-e Afghan (2002), Sex o Phalsapheh (2005), Faryad Moorcheha (2006), The Man Who Came With The Snow (2009), The Gardener (2012) e Ongoing Smile (2013).

 

Astrágalo (L’Astragale)

Astrágalo - poster nacional

Direção: Brigitte Sy

Roteiro: Serge Le Péron e Brigitte Sy, baseado no romance de Albertine Sarrazin

Elenco: Leïla Bekhti, Reda Kateb, Esther Garrel, Jocelyne Desverchère, India Hair, Jean-Charles Dumay, Jean-Benoît Ugeux, Delphine Chuillot, Zimsky, Billie Blain, Stéphane Roquet, Philippe Frécon, Magali Magne, Christian Bouillette, Eric Rulliat, Brigitte Sy, Eric Poulain, Louis Garrel, Yann Gael, Suzanne Huin.

Gênero: Drama/Romance

Duração: 96 minutos

Sinopse: 1957. Albertine (Leïla Bekhti), uma jovem de dezenove anos, pula da muro da prisão onde está cumprindo pena e acaba se machucando na queda, quebrando um osso do pé conhecido como astrágalo (ou tálus). Ela recebe a ajuda de Julien (Reda Kateb), que consegue abrigar a moça na casa de um amigo. Mas quando Julien acaba preso, Albertine precisará fazer tudo o que for necessário para sobreviver nas ruas de Paris.

Notas: Baseado no romance homônimo de Albertine Sarrazin.

Segundo longa da também atriz Brigitte Sy na direção. O anterior é Les Mains Libres (2010).

 

Glauco do Brasil (Glauco do Brasil)

Glauco do Brasil - poster

Direção: Zeca Brito

Roteiro: Zeca Brito

Elenco: Cecil Thiré, Ferreira Gullar, Luís Fernando Veríssimo, Stepan Nercessian, Ricardo Cravo Albin, João Bosco, Camila Amado.

Gênero: Documentário

Duração: 90 minutos

Sinopse: A trajetória de vida, a obra e a carreira do pintor gaúcho Glauco Rodrigues, considerado um dos principais pintores do pop art latino, de acordo com críticos, artistas e teóricos. Retratado a partir de entrevistas, arquivos e imagens vivenciadas e inspiradas por Rodrigues, o documentário funciona como um retrato intimista de um dos maiores artistas gráficos da história brasileira.

Notas: Orçamento estimado em R$ 600,00.

Segundo longa de Zeca Brito na direção. O anterior é O Guri (2011).

 

Para Além dos Seios (Para Além dos Seios)

Para Além dos Seios - poster

Direção: Adriano Big

Roteiro: Adriano Big

Elenco: Atores desconhecidos

Gênero: Documentário

Duração: 75 minutos

Sinopse: Através de entrevistas diretas e de depoimentos aprofundados, o documentário aborda, com sinceridade e objetividade, toda uma gama de questões em voga na sociedade dos dias de hoje, relacionadas diretamente à luta aos direitos das mulheres como o feminismo, a ditadura da imagem, o aborto, a marcha das vadias e o empoderamento feminino, entre outros temas cruciais para o debate.

Notas: Longa de estreia de Adriano Big na direção.

 

AVISO: A data de estreia dos filmes é de inteira responsabilidade de suas distribuidoras, sendo sempre possível uma mudança de datas de última hora.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s