Um Homem Entre Gigantes | Crítica

 

Um Homem Entre Gigantes

Um Homem Entre Gigantes (Concussion) é mais um filme da temporada que chega aos cinemas com o intuito claro de abalar o status quo. Ele pode ser considerado como o irmão menos abastado de Spotlight (o vencedor de melhor filme do Oscar 2016) ao ter no seu cerne o mesmo intuito de filme denúncia.

Se na trama da caça aos padres pedófilos o jornalismo é filmado como objeto de fetiche para fazer a trama andar, aqui o diretor Peter Landesman usa a persona de Will Smith com o mesmo objetivo, porém o usa também para tentar conferir maior peso dramático ao filme.

Smith interpreta o Dr. Bennet Omalu, um nigeriano que faz sua vida nos EUA como médico legista. Especialista em patologias neurológicas, ele se vê em meio a um caso que põe em risco um negócio de bilhões de dólares quando faz uma descoberta: o corpo humano não foi feito para jogar futebol americano. A despeito da obviedade da descoberta, são os fatos comprovados cientificamente por ele que o tornam inimigo número um da Liga Nacional de Futebol Americano.

Um-Homem-Entre-Gigantes

O início promissor tem toques de suspense e momentos que lembram as séries médicas procedurais (a cena que mostra como acontece determinada doença no interior do corpo remete imediatamente a House), e constrói um clima interessante enquanto o Dr. Omalu se debruça em seus estudos para tentar solucionar o “caso da semana”.

É no momento em que Um Homem Entre Gigantes se torna um filme denúncia que sua força se perde justamente por apostar mais em um excesso dramático da vida pessoal do seu personagem principal do que na denúncia em si. Então, o filme se torna uma espécie de ode calculada ao Dr. Omalu.

Seja pela mitificação do personagem usando a imagem de Will Smith (não faltam cenas dele sentado sozinho, pensativo e nem discursos emotivos com os olhos marejados), seja pela tentativa de humanizar o personagem (ele “fala” com os mortos e tenta ser útil para a comunidade religiosa) usando soluções de roteiro alheias à trama principal.

Um-Homem-Entre-Gigantes

Nesse sentido, os problemas ficam especialmente evidenciados nas cenas que envolvem o relacionamento entre Omalu e Preena (Gugu Mbatha-Raw). O embate vai desde uma lenta dança de acasalamento, passa pelos habituais discursos motivacionais da esposa que vê o marido fraquejar e culmina em uma subtrama melodramática que parece feita sob medida para provocar lágrimas. A força da denúncia, mote principal do filme, acaba ficando em segundo plano.

Se era essa a intenção de Um Homem Entre Gigantes, talvez o viés que mais merecesse ser explorado fosse o discurso contra a xenofobia. Nascido na África, Dr. Omalu é o melhor naquilo que faz, mas é visto com desconfiança por seus companheiros de profissão e precisa se autoafirmar o tempo todo (diplomas e mais diplomas são citados mais de uma vez e ele faz questão de ser chamado de Doutor). Em tempos de intolerância crescente o filme de Peter Landesman até busca apaziguar o olhar do americano sobre os estrangeiros com uma sinceridade ingênua quando relaciona a competência com o merecimento ao green card.

Cotação-2-5

Um Homem Entre Gigantes (Concussion)

Um Homem Entre Gigantes - poster nacional

Direção: Peter Landesman

Roteiro: Peter Landesman, baseado no artigo de Jeanne Marie Laskas

Elenco: Will Smith, Alec Baldwin, Albert Brooks, Gugu Mbatha-Raw, David Morse, Arliss Howard, Mike O’Malley, Eddie Marsan, Hill Harper, Adewale Akkinuoye-Agbaje, Stephen Moyer, Richard T. Jones, Paul Reiser, Luke Wilson, Sara Lindsey, Matthew Willig, Bitsie Tulloch, Kevin Jiggetts, Gary Grubbs, Randy Kovitz.

Gênero: Drama

Duração: 123 minutos

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s