Brooklyn | Crítica

brooklyn-imagem3

Se alguém assistiu Era Uma Vez Em Nova York pode achar Brooklyn uma versão mais light e Nicholas Sparks dele. Não que isso torne o filme horroroso, característica que está geralmente associada aos filmes dos livros deste autor, já que Brooklyn é aquele filme água com açúcar que dá certo e consegue agradar o público sem melodrama. Nele, a jovem Eilis (Saoirse Ronan) sai da Irlanda para os Estados Unidos com apoio de sua irmã para lá ter uma vida e um futuro melhor, deixando seu lar, um emprego terrível e sua família que se resumiam apenas a esta irmã e sua mãe para trás.

Para uma jovem imigrante a vida de Eilis parece ser bem fácil. Ela já chega aos EUA com visto, emprego e uma pensão parar morar, tudo isso graças ao apoio de um Padre (Hugh Gormley) conhecido da família que já estava estabelecido no Brooklyn. No entanto, todos sofremos. E Eilis não está imune a isso. A saudade de casa e da família em uma época onde cartas demoravam dias para serem entregues deixa a garota em sofrimento nos primeiros meses.

brooklyn-imagem1

Sua vida começa a ganhar mais cor quando ela começa a estudar Contabilidade na Universidade e quando conhece em um baile o jovem Tony (Emory Cohen), um simpático filho de italianos. Aos poucos, Tony vai conquistando a personalidade fechada e observadora de Eilis, construída muito bem pela talentosíssima Saoirse Ronan, que em nenhum momento cai no melodrama e nos aproxima de sua história. Eilis demora a se entregar a esse amor muito provavelmente pelo medo de fincar suas raízes no novo mundo.

Quando uma circunstância a faz voltar por um mês para a Irlanda, Eilis se vê dividida entre dois países e dois rapazes. Com certeza a famosa frase de Dorothy bateu forte por lá: “Não há lugar como nosso lar”. Eilis tinha conseguido neste um mês um trabalho temporário como contadora, algo que sempre quis e nunca teve oportunidade. Conseguiu também um futuro amoroso com Jim Farrell (Domnhall Gleeson), um rapaz de bom coração que era próximo de sua família.

brooklyn-imagem2

No entanto, isso tudo seria suficiente para deixar pra trás suas conquistas e seu amor no Brooklyn? É quando sua antiga empregadora a confronta que ela percebe seu destino, o que deve acontecer com muitos imigrantes que partem em busca de uma vida melhor. Por mais que não exista um lugar como o nosso lar, às vezes esse lar não seja aquele da onde você veio, mas onde você construiu sua vida.

 

Cotação-3-5

Brooklin (Brooklyn)

Brooklin - poster nacional

Direção: John Crowley

Roteiro: Nick Hornby, baseado no livro de Colm Tóibín

Elenco: Saoirse Ronan, Hugh Gormley, Emory Cohen, Brid Brennan, Jim Brodbent, Maeve McGrath, Emma Lowe, Barbara Drennan, Gillian McCarthy, Fiona Glascott, Jane Brennan, Eileen O’Higgins, Peter Campion, Julie Walters, Jessica Paré, Emily Bett Rickards, Eve Macklin, Nora-Jane Noone, Mary O’Driscoll, Samantha Munro.

Gênero: Drama/Romance

Duração: 111 minutos

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s