You, Me And The Apocalypse – 1ª Temporada | Review

De maneira geral o fim do mundo é usado como pano de fundo para histórias épicas e dramáticas, (Independence Day, Guerra dos Mundos, Extermínio, etc) pouco se vê sobre uma comédia que usa o tema como recurso, afinal, quando estamos prestes a morrer ninguém sai por aí soltando fogos de artifício (nem mesmo as celebridades na ótima comédia “É o Fim”). Assim surge “You, Me and the Apocalypse”, que aposta no meio termo dos dois gêneros e consegue se sair muito bem em ambos.

You Me And The Apocalypse 1

A sinopse a princípio é meio complicada de entender, e isso dificulta e muito o desenvolvimento dos dois primeiros episódios que contam com personagens demais que são jogados em algumas situações sem muita explicação, problema que vai diminuindo no decorrer dos episódios. Basicamente acompanhamos a notícia de que um meteoro atingirá a Terra em menos de um mês sob a perspectiva de diferentes pessoas ao redor do mundo: uma bibliotecária que assume a culpa no lugar do filho e vai presa por hackear a Agência de Segurança Nacional dos EUA, um britânico que perdeu sua esposa no dia da lua-de-mel e que tenta por 7 anos achá-la e um padre que se junta com uma freira na missão de encontrar o novo Messias que deverá voltar antes do mundo acabar.

De uma certa maneira essas três tramas acabam se conectando no decorrer da temporada, e isso está ligado com os diversos plot twists que compõem a série. Cada um desses plot poderia facilmente dar origem a uma série própria, logo a decisão de fazer episódios de 40 min foi a solução pra desenvolver melhor cada personagem dentro de seu universo particular sem apelar para exageros. Percebam que, apesar de darmos risadas em vários momentos da série, nenhum desses personagens agem como se estivessem em uma comédia, cada um tem seus problemas para resolver antes do meteoro acabar com a raça humana, e a urgência desse fato dá a agilidade necessária.

You Me And The Apocalypse 2

O elenco todo parece em sintonia com a trama, em especial Mathew Baynton (Ariel/Jamie) e Jenna Fischer (Rhonda) que parecem pular de um problema para o outro, mesmo quando tudo parece indicar que as coisas estão indo bem. As participações também impressionam, principalmente quando conhecemos o padre Jude de Rob Lowe, um sacerdote que fuma, xinga e que tá pouco ligando pras regras ancestrais da religião. Uma pena que aqui e ali suas missões em busca do novo Jesus, apesar de interessantes, pouco acrescentam à trama principal. Diferente por exemplo de Megan Mullaly, quase irreconhecível como a supremacista branca Leanne, que rouba a cena sempre que aparece (o fato dela ter uma suástica tatuada na testa ajuda a chamar a atenção).

Outra vantagem da série é a capacidade de surpreender, a abertura da série nos 10 episódios é a cena final da temporada em que Jamie se encontra num banker com alguns personagens e vê o fim do mundo acontecer pela televisão. Como ele chega ali e com quem é a grande chave da série. A surpresa também vem de elementos de fantasia que, por enquanto, se mostraram bem deus ex machina (com o perdão do trocadilho), mas que devem ser melhor explorados em uma possível segunda temporada, tudo deve depender dos índices de audiência.

You Me And The Apocalypse 3

Caso haja mesmo uma continuação, ela certamente deverá seguir passos bem diferenciados em termos de narrativa. Os personagens que começaram a série, são completamente diferentes dos que terminaram, e você consegue ver gradualmente a mudança acontecendo, principalmente pelo fato de que os roteiristas não tem medo em arriscar a dar um passo além do lugar-comum, afinal “o fim do mundo é logo ali, que diferença irá fazer?”

“You, Me and the Apocalypse” é uma série rápida, interessante, ágil e estranhamente engraçada, você vai rir num momento e logo após se sentirá culpado por isso porque ninguém mais está rindo daquilo, só você. E são nesses pequenos momentos que a série conseguiu me fisgar e me fez vê-la em apenas um dia, e desejar a segunda temporada pra ontem, antes que o mundo realmente acabe.

Assim como fiz com Orange is the New Black, separei as músicas de destaque da temporada, cuidado pois pode conter SPOILERS.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s