Star Wars: O que “O Despertar da Força” representa para a nova trilogia?

*ATENÇÃO: Esse post possui spoilers, e irá tratar de informações específicas de “Star Wars: O Despertar da Força” e algumas teorias. Se você quer ler a crítica sem spoilers, clique aqui.

gif-spoiler4_prw2

Se você tem uma franquia que está parada há anos, J.J. Abrams é o nome que você está procurando. Depois de revitalizar a série Star Trek nos cinemas, gerando aceitação de crítica e público, o diretor conseguiu fazer o maior episódio da saga Star Wars, que segue recebendo ótimas críticas ao redor do mundo e está sendo considerado por muitos como o segundo melhor filme da série, atrás somente de O Império Contra-Ataca.

Todo o filme gira em torno de Luke Skywalker, e apesar disso, a participação dele não chega a 2 minutos, e por um momento achei que nem presente ele estaria. Pelo visto, o fato de terem escondido Mark Hammil dos trailers, posters e imagens de divulgação não era exatamente para criar um suspense sobre o seu destino, e sim porque não havia muito o que se mostrar. Apesar disso, a cena final é extremamente emocionante para fãs da saga original, e representa uma perfeita comunicação entre duas trilogias separadas no tempo por cerca de 3 décadas. Mas vamos tratar do que aconteceu um pouco antes.

R2-D2, BB-8 e o mapa

R2-D2 passa o filme interiro em uma espécie de coma, e só desperta logo pelo final trazendo um mapa incompleto que, junto com uma informação pertencente a BB-8 leva ao lugar de exílio de Luke, o último dos Jedi. É dito no filme que Luke havia selecionado alguns padawans para treinar e ensinar o caminho da Força, só que Ben, filho de Leia e Solo, se revolta e acaba com tudo, levando Luke a se sentir um fracassado e a se isolar de tudo e de todos.

r2d2 e luke Force_Awakens_GIF.gif.

Mas como R2-D2 tinha esse mapa? Bem, J.J. Abrams declarou em uma entrevista que a resposta já havia sido mostrada há muitos anos, em “Uma Nova Esperança”:

“Tivemos a ideia sobre R2 se conectar na base de informações da Estrela da Morte, e é assim que ele foi capaz de obter o mapa completo e encontrar onde os templos Jedi estão“, disse o roteirista Michael Ardnt, ao que J.J. Abrams acrescentou: “Mas a ideia era que naquela cena em que R2 se conecta à Estrela da Morte, ele baixou os arquivos do Império, que mais tarde foram referenciadas por Kylo Ren.”

Até aí tudo bem, mas por que R2 só acordou naquele momento oportuno, num perfeito Deus ex Machina e salva o dia? Uma das teorias é de que R2, mesmo em estado de coma, percebeu a presença de Rey, que supostamente é a filha de Luke, e isso o fez despertar e achar por bem que era hora de trazer o parceiro de volta. Abrams, porém, dá uma outra direção, uma resposta besta demais, mas ainda assim é a “resposta oficial”:

“BB-8 chega e diz algo a ele, que é basicamente, Eu tenho este pedaço de um mapa, você por acaso tem o resto? R2 mesmo em coma, ouve isso. E isso provoca algo que acaba por acordá-lo. Embora possa parecer completamente sorte e um caminho mais fácil, nesse ponto do filme, quando você perdeu uma pessoa, e desesperadamente espera esse alguém que você se preocupa, você quer que ele volte.

Mas aí entra uma segunda questão, se Luke queria se isolar, por que deixar um mapa que leva para o seu refúgio? Novamente, mais teorias. Se Rey for mesmo uma Skywalker, Luke deve ter deixado-a em Jakku após o fracasso de seu treinamento dos Jedi, como forma de protegê-la. O mapa serviria para que, no futuro, ele tivesse a chance de se reencontrar com a filha. Porém, em um momento do filme, Solo diz que acredita que Luke tenha se refugiado no primeiro Templo Jedi, e o mapa em si, não seria em direção a Luke, e sim para o Templo que, se supunha ser o destino de Luke. Essa última teoria combina mais com o fato da Nova Ordem ter em mãos o mapa para o Templo Jedi bem antes de Luke sequer pensar em ser um guerreiro Jedi.

O destino de Luke

Como comentei, Mark Hammil sequer teve um texto pra decorar em sua participação. O letreiro do filme já começa com um “Luke Skywalker está desaparecido…”, e levaram isso bem a sério. Mas agora que o seu desaparecimento foi deixado de lado, é provável que já no próximo filme sua participação seja significantemente maior, servindo como um novo líder para a Resistência, e  atuando como um mestre Jedi para Rey, tal qual Obi-Wan e Yoda foram em momentos anteriores.

É provável que a gente não chegue a ver esse treinamento em “tempo real”, já que nenhum filme da saga até agora serviu como uma continuação direta, todos possuem um intervalo de tempo considerável entre si. Assim, não me espantaria se Rey já iniciasse o episódio VIII tendo um controle bem maior da Força do que mostrou até aqui.

NEjsUV6Kv3KUnm_1_23

Sobre o paradeiro de Luke, não me pareceu que ele estava esperando visitas, principalmente por não ter falado nada naquele momento, mas certamente ele deve ter percebido a presença da Força em Rey, e obviamente ela é uma perfeita candidata a padawan pra restaurar o otimismo no velho Skywalker. Levando em consideração as informações que “O Despertar da Força” nos deu, Luke encontra-se devastado após não ter impedido seu sobrinho de ir para o lado sombrio da Força, e ter desapontado as duas pessoas que mais ama: Han e Leia.

Sobre o parentesco dos dois, existem diversas teorias rolando por aí, a mais óbvia, e a que eu não me importo que se confirme mesmo sendo “previsível demais” é a de que Luke e Rey são pai e filha. A questão agora é saber quem é a mãe, e o que aconteceu com ela. Morreu no parto (espero que não de desgosto, igual a avó da menina), foi morta por Kylo, está viva mas desaparecida? Talvez Rogue One, que estreia no próximo ano, traga algumas respostas.

Há quem se aprofunde mais no assunto e arrisque dizer que Rey e Kylo são irmãos, e que ele foi o responsável por deixá-la em Jakku como forma de protegê-la de si mesmo, já que segundo essa teoria, Snoke ordenou que Kylo acabasse com o Jedis treinados por Luke, o que ele fez, mas que não conseguiu completar por ainda ser tentado pela luz e não conseguir exterminar sua irmã. Para tanto ele conseguiu apagar a memória de todos que a conheciam, inclusive a própria, a fim de mantê-la isolada, daí o súbito interesse em Rey quando a captura.

Leia sem Han Solo, sou eu assim sem você

lei-hansolo-force

A cena da ponte, do conflito entre pai e filho já entrou pra lista das mais icônicas da série. E embora eu não tenha conseguido mais fechar a boca após a morte de Han Solo, o impacto de sua morte deve ter consequências bem maiores futuramente. Primeiro que Leia deve ganhar mais destaque, já que ao lado do irmão, são os únicos personagens principais da trilogia original ainda presentes no filme. E seria muito bom vê-la em ação novamente, atirando nuns stormtroopers de quebra.

Segundo que o responsável pela morte de Solo foi o seu próprio filho, Ben/Kylo Ren. E nesse ponto ele é um antagonista mais intrigante e potencialmente perigoso devido à falta de controle de todo o seu poderio. Veja bem, mesmo lutando contra seu filho, Darth Vader não chegou às vias de fato, pelo contrário, sempre tentou seduzir Luke para o lado sombrio, e no fim, provou que o filho estava certo quando disse que ainda havia bondade no vilão.

Já Kylo se mostra um personagem dúbio, quando está com a máscara, é imponente e poderoso a ponto de ser capaz de parar um blaster no ar. No momento em que conhecemos o rosto por trás da máscara a la Darth Vader, começamos a conhecer seus medos e aflições. Kylo se mostra  imaturo, infantil, impulsivo e inseguro, destrói tudo que está na sua frente quando um plano não funciona como deveria, e se inspira tanto em seu avô que, mesmo não precisando, usa uma máscara e um modificador de voz semelhantes. Ter alguém tão poderoso e ao mesmo tempo desequilibrado no lado sombrio da Força é perigoso pra qualquer um, não à toa o Supremo Líder Snoke decide treiná-lo para aperfeiçoar suas habilidades.

Rey rainha, Poe e Finn nadinha

Não dá pra negar que Rey foi o grande destaque dos novos elementos inseridos por Abrams, e muito por conta de Daisy Ridley. A britânica é linda, carismática e boa atriz, a série não poderia pedir algo melhor. Rey logo se revela como alguém extremamente importante para a Resistência, e lhe é confiada a tarefa de ir atrás de Luke já com o mapa completo. O episódio VIII deve dar mais alguns detalhes de seu passado, principalmente em relação àquelas visões que teve ao tocar no sabre de luz pela primeira vez.

finn-rey-poe

Embora não tenham o mesmo destaque de Rey, Finn e Poe são ainda dois personagens carismáticos. Finn com bem mais tempo de tela foi um interessante novo ponto de vista. O stormtrooper traidor tem como objetivo somente escapar da Primeira Ordem e viver uma vida normal longe de problemas. O encontro com Rey muda sua visão, e o faz segui-la a qualquer custo, mas felizmente a história não cai na armadilha do casal no qual a mulher se sente traída porque o cara escondeu uma informação dela. Rey tem problemas mais sérios pra se preocupar.

Já Poe só tem destaque mesmo na cena inicial em que entrega para BB-8 uma parte do mapa que leva a Luke. Depois disso só vemos o cara no clímax final destruindo a estação da StarKiller. Mas existe uma razão lógica pra isso, na primeira versão do roteiro, o personagem de Oscar Isaac deveria ter morrido no acidente de avião em Jakku, somente depois J.J. Abrams decidiu modificar a história e torná-lo o membro final do trio de protagonistas. Talvez por isso Poe não tenha parecido um protagonista no filme tanto quanto parecia nos trailers e no material de divulgação, mas isso é algo que deve mudar já no próximo episódio.

E você, o que acha? Rey é filha do Luke? Ou é irmã do Kylo? O que levou Kylo ao lado sombrio da Força? Luke vai aceitar treinar Rey? Como será o reencontro de Luke e Leia? Deixe sua opinião.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s