Jessica Jones S01E03 – AKA It’s Called Whiskey | Review

recaps-jessica-jones-03

Passados os episódios de introdução da personagem principal, Marvel’s Jessica Jones dedicou seu terceiro episódio pra mostrar melhor personagens coadjuvantes, em especial Trish Walker e Luke Cage. Esse último com direito a muito sexo e à cama quebrada.

Embora sejam amigas bem próximas, Trish e Jessica não se parecem tanto, principalmente no quesito “superhero”. Enquanto Jessica, com os poderes adquiridos num acidente evita usá-lo para “salvar o mundo”, Trish desejaria ter essas habilidades para limpar um pouco Hell’s Kitchen, algo semelhante ao Demolidor, com uniforme e tudo. E é bom ver a personagem treinando a sério, mostra que num futuro, tudo não estará a cargo apenas de Jessica.

Quanto ao Luke Cage, o plot é uma daqueles bombas relógios com um prazo bem curto pra explodir, afinal não é todo dia que você mata a esposa de um cara e dorme com ele depois. É o tipo de segredo que não fica escondido por muito tempo em séries, e deve ser o motivo da futura separação do casal. Mas por enquanto nos resta aproveitar as cenas de sexo tórridas entre dois super-heróis, algo incomum no MCU.

Quanto a Hope, Jessica convence Trish a entrevistá-la a fim de fazer com que a mídia tenha uma outra versão do assassinato, uma que envolva revelar a existência de Kilgrave para Nova York. Uma boa estratégia de sua advogada que logo em seguida é desperdiçada pela radialista que decide ser um bom momento pra desafiar um cara que pode controlar mentes. A resposta inicial com um telefonema foi até civil, o problema veio depois, com a tentativa de assassinato.

Não sei se é intenção da série, mas as coreografias das lutas estão embaralhadas demais, a ponto de ficar confuso. Se a intenção era evitar aquela sensação de “dança” que alguns filmes de ação passam, o objetivo foi alcançado, mas não da maneira desejada, por diversas vezes você não sabe quem está batendo e quem está apanhando, e em quase todas as cenas envolvendo Jessica lutando, só vemos o fim de seus poderes, alguém caindo após um arremesso ou ela caindo após um de seus saltos.

O fim do episódio mostrou que, no entanto, a série não parece querer enrolar muito em sua história. Kilgrave mostrou-se surpreso ao ver Jessica, e isso deve levar a uma reação ainda mais perigosa do que a sala de stalker que o vilão estava mantendo em seu apartamento. Jessica de investigadora passou a ser a investigada, nenhum lugar parece ser seguro pra ela.

  • A série continua acertando com o seu vilão, provavelmente um dos melhores das séries da Marvel, nada mais aterrorizante d que alguém que te faça não confiar em você mesmo.
  • Referências bem rápidas aos Vingadores e ao incidente de Nova York.
  • Jessica usando mão de obra brasileira pra arrumar a porta, ou quase isso.
  • “See you later.”

Confira mais reviews de Mavel’s Jessica Jones

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s