A distopia de Fallout 4

Fallout4-cachorro-imortal

A franquia Fallout já é antiga dos gamers, e surgiu no fim dos anos 90 e já possui 5 jogos no catálogo, todos um sucesso de crítica e público. O último jogo da série não fez feio, e bateu um record que antes pertencia a GTA, com mais de 400 mil usuários simultâneos no Steam, colocando para trás também Counter-Strike: Global Offensive e Dota 2, se tornando assim o jogo com o maior número de usuários ativos simultaneamente no Steam.

Fallout segue um tema já comum, o mundo pós-apocalíptico. No jogo, o motivo do fim do mundo foi uma guerra por recursos que acabou gerando um ataque nuclear que praticamente dizimou a raça humana da face da Terra. Entretanto, algumas pessoas conseguiram se salvar em abrigos conhecidos como Vault. O jogo toma lugar na cidade de Boston em 2277, e o jogo aproveita pra mostrar sua originalidade no cenário, uma espécie de retro futurista.

Esse clima é refletido de maneira quase que flúida nos demais elementos de composição do jogo, em principal a trilha sonora que conta com clássicos dos anos 40 e 50 e tem entre as faixas “It’s All Over But the Crying” de The Ink Spots, “Atom Bomb Baby”, de The Five Stars e “In the Mood” de Glenn Miller.

O mundo aberto em a pretensão de realmente simular um mundo, já que busca ser maior fisicamente do que os demais jogos do gênero, como Skyrim e GTA V. Obviamente, após terminarmos a campanha, a Bethesda criou um espaço extraordinariamente sedutivo para a exploração. Algo que pode ser compartilhado com um companheiro canino, o que gerou uma extrema expectativa dos fãs do jogos, lembrem-se, cachorros valem mais que muita gente por aí.

Críticas

Fallout 4 foi muito bem recebido pela crítica, e já tem sido chamado como “o jogo do ano” por muitos que jogam, algo extremamente normal numa semana de lançamento. Confira um resumão do que andam falando do jogo.

IGN – 9.5/10
O mundo, exploração, a criação, atmosfera e a história de Fallout 4 são todos partes fundamentais deste jogo de enorme sucesso. Há grandes novas razões para reunir as relíquias, companheiros fortes e vilões simpáticos. Eu definitivamente vou repetir e voltar. Mesmo com a fragilidade técnica que surge aqui e ali não pode sequer diminuir o seu dinamismo.

Polygon9.5/10
Um ponto forte de mundo aberto da Bethesda que sempre se diferenciam dos demais é o foco na construção de mundos. Fallout 4 tem todo o ambiente e história que fizeram seus antecessores lugares maravilhosos para se perder horas e horas.

Push Square – 9/10
Fallout 4 é dá uma aula na concepção de mundo aberto. Consistentemente cativante e absolutamente recheado com meandros, é um título que vai mantê-lo encantado por horas, como quando você gradualmente desvenda seu retrato pós-apocalíptico. Embora seja decepcionante em algumas questões técnicas, isso não é suficiente para prejudicar o que é um dos jogos mais atmosféricos e brutais do PS4. O combate significativamente melhrado, a riqueza constante de opções de jogo, e uma forte ênfase na escolha do jogador se combinam para criar uma aventura que é verdadeiramente memorável.

GameSpot – 9/10
Fallout 4 pode ser uma experiência inebriante. Muitas vezes você é obrigado a sacrificar algo – um relacionamento, uma oportunidade lucrativa, ou sua saúde – para fazer ganhos em outros lugares. E quanto mais fundo no buraco do coelho você for, mais você irá se perguntar: e se eu tivesse escolhido um caminho diferente? Você se pergunta não só porque você tinha outras opções, mas porque você não tem certeza se você fez a coisa certa. O fato de que as suas decisões ficarem com você após uma caminhada é um testemunho da grande narrativa do jogo. Fallout 4 é um argumento a favor da substância sobre estilo, e uma excelente adição à série de mundo aberto.
Destructoid – 7.5/10
Depois de passar mais de 40 horas com o jogo, posso colocá-lo de forma segura em algum lugar no meio do Fallout 3 e New Vegas em termos de qualidade. Ele consegue fazer muito bem, mas a história se arrasta às vezes, e glitches … glitches nunca mudam.

FsGamer – sem nota
Fallout 4 é mais a experiência de um mundo do que uma história de personagens. Fallout funciona melhor como uma tela em branco para nós para ser quem nós imaginamos nossa história. Fallout 4 consegue transmitir muito bem o sentimento de escassez que parece ser essencial em um ambiente pós-apocalíptico: sempre parece que estamos prestes a ficar sem balas sem comida; uma forma que usa o jogo para manter esse delicado equilíbrio é o gerenciamento de peso. O jogo consegue fazer-nos sentir que estamos nas ruínas de um lugar que quase conhece, como um rosto que é desconfortavelmente familiar, mas que não tem nenhum lugar.

Review

Ainda tem dúvidas? Deixa Conan O’Brien te dar uma luz sobe o jogo

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s