007 Contra Spectre | Crítica

spectre2Como o filme que fecha (ao menos aparentemente) mais um ciclo na extensa história do espião mais famoso do mundo nas telas de cinema, 007 Contra Spectre já nasceu cercado de expectativas. Ainda que o ator Daniel Craig tenha contrato para fazer mais um filme, tudo em Spectre cheira a episódio final e, a julgar pelas especulações que já acontecem sobre o nome do próximo intérprete, é bem possível que a hora da mudança esteja chegando mais rápido do que se imagina.

As expectativas eram ainda maiores porque o capítulo anterior da franquia, 007 – Operação Skyfall, foi considerado por muitos um dos maiores, se não o maior filme de James Bond. Como a dupla de diretor e protagonista formada por Sam Mendes e Daniel Craig se repete aqui, a esperança era de que houvesse mais um filmaço a caminho.

Essa, no entanto, pode não ser a melhor descrição para Spectre, que naturalmente procura abranger um escopo maior ao colocar Bond contra toda uma organização maquiavélica que sempre foi a maior pedra em seu sapato. O problema é que seu grande líder, Erns Stavo Blofeld (desta vez interpretado por Christoph Waltz), convence muito menos que os vilões anteriores, em especial o Silva de Javier Bardem, que facilmente entra na briga pelo posto de melhor vilão da série.

spectre3

Além de cair nos maneirismos que o ator vem demonstrando desde sua estrondosa estreia para o mundo como o coronel Hans Landa de Bastardos Inglórios, o vilão é clássico de todas as piores formas possíveis, caindo no arquétipo do gênio do mal todo-poderoso sem nenhuma característica própria que o diferencie de outros personagens do tipo. Difícil acreditar que a mente pulsante por trás de tanto mal no mundo caia tão rapidamente frente ao charme e às bugigangas previsíveis de um agente secreto como Bond.

Desta vez, há duas Bond Girls, nenhuma delas de grande destaque. Uma, que causou um rebuliço por ser a primeira mais velha que o próprio agente (o que possivelmente comprova a característica misógina da série apontada recentemente pelo próprio Craig), Lucia Sciarra (Monica Bellucci), aparece muito menos do que deveria ou merecia. A outra, Madeleine Swann (Léa Seydoux, geralmente ótima, mas que aqui parece estar no piloto automático), tem uma química sofrível com Bond e a relação entre os dois nunca é lá muito fácil de acreditar.

Spectre contém algumas cenas de ação respeitáveis (a primeira, construída em um longo plano-sequência que segue pelas ruas e prédios do México, é a melhor delas), mas que empolgam pouco. De uma forma geral, há pouca criatividade e elementos demais reciclados de filmes anteriores. Até mesmo a tentativa de adentrar a vida pessoal do agente, que deu tão certo em Skyfall, soa artificial e forçada, além de fazer pouco sentido quando trata da conexão que existe entre Bond e seu maior arqui-inimigo.

spectre4

Ao final, fica bem claro que houve uma tentativa de reinserir o novo e reformulado James Bond de Craig, iniciado em Cassino Royale quase como um brutal mercenário, na fórmula do restante da franquia. Não à toa, este é o mais tipicamente 007 dos últimos quatro filmes. Devido às muitas falhas e a um roteiro um tantinho preguiçoso, porém, este retorno às origens pode ser mais uma decepção do que a gloriosa despedida (se é que se trata mesmo disso) que todos gostariam de ver.

Cotação-2-5

007 Contra Spectre - poster nacional007 Contra Spectre (Spectre)

Direção: Sam Mendes

Roteiro: John Logan, Neal Purvis, Robert Wade e Jez Butterworth, baseado em história de John Logan, Neal Purvis e Robert Wade e nos personagens criados por Ian Fleming

Elenco: Daniel Craig, Christoph Waltz, Ralph Fiennes, Monica Bellucci, Léa Seydoux, Ben Wishaw, Alessandro Cremona, Dave Bautista, Naomie Harris, Adriana Paz, Andrew Scott, Brigitte Millar, Detlef Bothe, Erick Hayden, Ian Bonar, Jesper Christensen, Peppe Lanzetta, Rory Kinnear, Stephanie Sigman, Tenoch Huerta.

Gênero: Ação/Aventura

Duração: 148 minutos

Curta a fanpage do Cinelogin no Facebook!

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s