Missão: Impossível – Nação Secreta | Crítica

MISSION: IMPOSSIBLE ROGUE NATIONMissão: Impossível é possivelmente o caso de renascimento de franquia de maior sucesso na Hollywood atual. Depois de um segundo filme ruim lá em 2000, Missão: Impossível III chegou em 2006 para provar que a série cinematográfica ainda tinha muito fôlego. Ou melhor, que Tom Cruise, a maior estrela do cinema de ação hoje, aos 53 anos, ainda tem muito fôlego.

Uma prova disso é que a franquia se reinventa e efetivamente melhora a cada novo filme. Foi assim com Protocolo Fantasma, que alçou a escala de Missão: Impossível a níveis estratosféricos, e é assim novamente com Nação Secreta.

Apesar da já famosa sequência de Cruise pendurado do lado de fora de um avião enquanto a aeronave alça voo, a maior parte das cenas de ação do filme é muito mais “pé no chão”. A melhor delas acontece durante um concerto de ópera e é editada de forma surpreendente com a música clássica.

O filme inteiro é, na verdade, uma grande sequência de ação estendida, com pequenos intervalos para desenvolver uma narrativa de espião que não é extremamente complicada, mas que apresenta reviravoltas suficientes para sempre ter o potencial de surpreender.

XXX MISSION IMPOSSIBLE 5 MOV JY 4999 .JPG A ENTO fato de que o elenco todo, que inclui novamente Simon Pegg, além de Alec Baldwin, Rebecca Ferguson, Jeremy Renner e Ving Rhames, está muito bem e é bastante carismático ajuda a envolver o espectador nas teias dessa rede de intrigas.

A relação dúbia entre os personagens Ethan Hunt (Tom Cruise) e Ilsa Faust (Rebecca Ferguson), por exemplo, escapa dos relacionamentos clássicos entre protagonista e mocinha em filmes de espião.

Em parte porque Ilsa está bem longe de ser uma mocinha e muitas vezes mostra ser uma participante tão ou mais ativa no jogo que Hunt. A principal razão, porém, é que, embora haja uma clara atração entre os dois, sua relação espelha muito mais a de dois colegas que se admiram que a de dois amantes apaixonados.

Pode-se dizer, no entanto, que o maior mérito do filme é ter compreendido da melhor forma possível o conceito da franquia e entregado um longa que mescla uma trama típica do gênero com doses de seriedade e autoparódia na medida certa. Porque nem tudo precisa ser sombrio ou denso ou mesmo socialmente relevante. Alguns filmes podem e devem ter a simples missão de divertir.

missao_impossivel_nacao_secreta3Como uma grande parte dos blockbusters ainda hoje não consegue nem ter algo interessante a dizer nem ser muito divertida, Missão: Impossível – Nação Secreta certamente está bem acima da média e é mais uma valiosa adição para uma temporada rica em boas superproduções.

Cotação-4-5Missão: Impossível - Nação Secreta - poster nacionalMissão: Impossível – Nação Secreta (Mission: Impossible – Rogue Nation)

Direção: Christopher McQuarrie

Roteiro: Christopher McQuarrie, baseado em história de Christopher McQuarrie e Drew Pearce e na série de televisão criada por Bruce Geller

Elenco: Tom Cruise, Jeremy Renner, Alec Baldwin, America Olivo, Anastasia Harrold, Bruce Lawrence, Daniel Harland, Debra Leigh-Taylor, Hermione Corfield, Jens Hultén, Jessica Williams, Jill Buchanan, Jingchu Zhang, Jorge Leon Martinez, Katrina Vasilieva, Lasco Atkins, Martyn Mayger, Philip Howard, Rebecca Ferguson, Robert Maaser, Saif Al-Warith, Sean Cronin, Sean Harris, Shina Shihoko Nagai, Simon McBurney, Simon Pegg, Stella Stocker, Tom Coulston, Tony Paul West, Vauxhall Jermaine, Ving Rhames, Wolfgang Stegemann.

Gênero: Ação/Aventura

Duração: 131 minutos

Curta a fanpage do Cinelogin no Facebook!

One comment

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s