Pixels: O Filme | Crítica

pixels2Nostalgia é um conceito que vende. Todo mundo tem memórias e apelar para momentos luminosos da infância geralmente é uma coisa que atrai grande público para o que quer que seja. Portanto, apostar em um filme que traz à vida games antigos como Pac-Man, Donkey Kong, Galaga e Tetris e tentar trazer para os cinemas os marmanjos que eram vidrados nesses jogos quando crianças parece algo óbvio para Hollywood, uma indústria que prima tanto pelo oportunismo quando pela falta de criatividade.

Baseado em um curta-metragem francês que encontrou muito mais formas de brincar com as possibilidades que tinha em mãos, Pixels: O Filme cria um enredo adequadamente ridículo para fazer com que os jogos desfilem no mundo real. A ideia é que aliens interpretaram video games enviados ao espaço na década de 80 como uma declaração de guerra do planeta Terra. Portanto, nos obrigam a vencê-los em jogos clássicos, em uma batalha pela sobrevivência do nosso mundo.

O filme não chega a ser um desastre, embora certamente pudesse funcionar melhor caso não fosse um veículo para a estrela cada vez mais apagada de Adam Sandler. Uma boa abordagem seria focar-se nas interessantes cenas de ação contra a centopeia gigante do jogo Centipede ou contra Donkey Kong ou ainda contra o Pac-Man em pessoa, que aqui assume o papel do cara mau.

pixels4Ao invés disso, o filme transforma essas cenas em meras coadjuvantes para a comédia pouco inspirada de Sandler e sua trupe, que ainda inclui Josh Gad, Kevin James e os peixes fora d’água (porque são bons atores e certamente já tiveram momentos melhores) Michelle Monaghan, Peter Dinklage e Sean Bean.

Isso não quer dizer que o filme não seja perfeitamente assistível. De fato, os efeitos coloridos e pixelizados são bastante bem feitos e a persona de Sandler não irrita tanto porque ele aparece menos que o usual. Dos últimos projetos do ator, este é certamente o melhor, o que, convenhamos, também não quer dizer grande coisa.

O que fica claro após a estreia de Pixels e o baixo retorno que o filme vem tendo em bilheterias é que Sandler já deixou de ser o astro que arrecada dinheiro em qualquer porcaria para assumir a posição diametralmente oposta. Sua imagem parece estar tão ruim com o público ultimamente que é possível que até mesmo uma comédia razoável que tenha ele como protagonista tenda a naufragar.

pixels3Isso significa, é claro, que tanto Sandler quanto os estúdios deveriam repensar um pouco suas escolhas e sua relação. Olhando para os projetos futuros do ator, no entanto, não parece que vá acontecer tão cedo. Afinal, ele deu dinheiro por tantos anos que nada pode ser mais justo do que levar um tempo perdendo um pouco também. Depois disso, a história se encarregará de dizer.

Cotação-2-5Pixels: O Filme - poster nacionalPixels: O Filme (Pixels)

Direção: Chris Columbus

Roteiro: Tim Herlihy e Timothy Dowling, baseado em história de Tim Herlihy e no curta de Patrick Jean

Elenco: Adam Sandler, Kevin James, Michelle Monaghan, Peter Dinklage, Josh Gad, Matt Lintz, Brian Cox, Sean Bean, Jane Krakowski, Dan Aykroyd, Affion Crockett, Lainie Kazan, Ashley Benson, Denis Akiyama, Tom McCarthy, Tim Herlihy, Jackie Sandler, Jared Sandler, William S. Taylor, Rose Rollins, Tucker Smallwood, Serena Williams, Martha Stewart, Allen Covert, Bill Lake, Mark Whalen, Dan Patrick, Robert Smigel, Steve Koren, Sadie Sandler, Sunny Sandler, Hannah Covert, Abigail Covert, Sienna James, Shea James, Chris Titone, Jonathan Loughran, Toru Iwatani, Anthony Ippolito, Jared Riley, Andrew Bambridge, Jacob Shinder, Jack Fulton, Kevin Grady, Bridget Graham, Jocelyn Hudon, Margaret Killingbeck, Ron Mustafa, Meher Pavri, Annika Pergament, Lamont James, James Preston Rogers, Bola Olubowale, Rob Archer, Mark Sparks, Steve Wiebe, Sara Haines, Derwin Phillips, Michael Boisvert, Colleen Reynolds, Jimi Shlag, Emily Jenkins, Sistah Lois, Andrew McMichael, Gary Douglas, Eric Trask, Susie McLean, Daryl Hall, John Oates, Matt Frewer.

Gênero: Ação/Aventura/Comédia/Ficção

Duração: 105 minutos

Curta a fanpage do Cinelogin no Facebook!

One comment

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s