Belas e Perseguidas | Crítica

belas_e_perseguidasHollywood ainda faz filmes como este? Essa é uma pergunta que vem constantemente à cabeça durante a projeção de Belas e Perseguidas, uma comédia que traz consigo alguns dos piores elementos do humor norte-americano das últimas décadas. O filme conta a história da agente de polícia Cooper (Reese Witherspoon) e da esposa de traficante Daniella (Sofia Vergara), que juntas precisam sobreviver a uma conspiração para impedir que a moça testemunhe contra um grande chefe do tráfico.

A emergência de ótimas estrelas femininas da comédia americana nos últimos anos, que tem rendido alguns bons filmes (e outros nem tanto), é certamente um fenômeno bastante positivo para o cinema em geral. É difícil, porém, incluir Belas e Perseguidas nesse fenômeno porque o que o filme faz é apenas repetir odiosos estereótipos de gênero em uma história nada inspirada e que se mostra incapaz de arrancar risos do público, embora claramente faça bastante força para consegui-lo.

O pior, no entanto, é que o filme desperdiça uma boa química em potencial entre as atrizes, que aparece brevemente em algumas cenas, quando o roteiro não as obriga a jogar falas preconceituosas uma contra a outra. Sim, porque as duas são construídas em cima de estereótipos dos mais batidos. Cooper é a clássica personagem feminina masculinizada, que aparece em sua primeira cena demonstrando ser incapaz de ter um encontro normal com alguém do sexo oposto.

belas_e_perseguidas2Como todos os outros personagens insistem em repetir, ela é confundida com um menino e constantemente chamada de lésbica. Sua jornada, é claro, passa pela conquista de um homem e lhe mostra que ser menos severa e masculina poderá ajudá-la em sua carreira e na vida.

Daniella, por outro lado, é retratada como a típica “gostosa descerebrada” que, por ser latina, é claro, dispara uma série de ofensas em espanhol, chama a todos de gringos e apresenta hábitos extremamente peculiares para qualquer ser humano comum. O lado bom é que a personagem ao menos é presenteada com uma reviravolta em sua personalidade, o que infelizmente não acontece no caso de Cooper.

Como as protagonistas são incapazes de trabalhar em parceria e como nenhuma delas demonstra ter habilidade em coisa alguma (veja a questão sendo tratada de forma diferente em A Espiã Que Sabia de Menos, uma comédia muito melhor), contam sempre com a sorte e com as próprias trapalhadas para escapar de todas as situações. Nenhuma delas, porém, é particularmente engraçada, mesmo que o filme continue empurrando situações cada vez mais insólitas goela abaixo do espectador.

belas_e_perseguidas3O longa ainda tenta concluir sua história com uma nota de girl power que soa surpreendentemente falsa quando nos lembramos de tudo que veio antes. Com participação em alguns bons filmes desde que voltou para a frente dos holofotes, chega a ser incompreensível a escolha de Witherspoon de atuar nesta comédia desastrosa, da qual é também produtora.

Cotação-1-5Belas e Perseguidas - poster nacionalBelas e Perseguidas (Hot Pursuit)

Direção: Anne Fletcher

Roteiro: David Feeney e John Quaintance

Elenco: Reese Witherspoon, Sofía Vergara, Matthew Del Negro, Michael Mosley, Robert Kazinsky, Richard T. Jones, Benny Nieves, Michael Ray Escamilla, Joaquín Cosio, John Carroll Lynch, Jim Gaffigan, Mike Birbiglia, Vincent Laresca, David Jensen, Evaluna Montaner, Marcus Lyle Brown, Manolo Gonzalez-Vergara, Kim Collins, Harlon Miller, Norwood Nicondra, Rachel Wulff, Phil Anaya, Jannette Sepwa, Joe Camp III, Kathleen Fletcher, Anne Fletcher, Oscar Gale, Jaylen Moore, Carol Sutton, Peaches Davis, Alejandra Pérez, Fallingstar Locke, Kayla Cangiamilla, Leslie Ivette Quezada, Millarel Ormazabel, Natalie Legendre, Zachary Woodlee, Keaton Margaret-Marie Luster, Maggie Hance, Abby James Witherspoon, Harley Graham, Noel Rathe, Precious Roberson, Bryce Romero, Josué Gutierrez, Leticia Magaña, Alexander Eldimiati, Jesse Sarah Vilinsky, Jerome Andries, Michael D. Anglin, John L. Armijo, Tony Beard, Sean Beck, Tearyn Belanger, Lukas Bennett, Eric Berris, Renaldo Brady, Jodi Lyn Brockton, Kenneth Kynt Bryan, Tom Bui.

Gênero: Ação/Comédia

Duração: 87 minutos

Curta a fanpage do Cinelogin no Facebook!

One comment

  1. Gostei da sua revisão e um acordo sobre vários pontos. Mas eu acho que o filme é bom. É claro que a questão não é nova, mas ainda acho que conservou uma certa autenticidade. O desempenho de Sofia Vergara e Reese Witherspoon foi excelente.

    Curtir

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s