Game of Thrones S05E08 – Hardhome | Review

Daenerys-and-Tyrion-and-wine-Official-HBO-850x560 Venho dizendo que a liberdade criativa que os roteiristas tomaram da sua fonte nesta temporada tem feito bem a Game of Thrones. É certo que suas escolhas nem sempre foram as melhores (o fraco arco de Dorne e o desnecessário estupro da Sansa são exemplos disso), mas num panorama geral a série tem se saído acima do esperado. Prova disto é este Hardhome, melhor episódio da temporada até agora, em cuja maior parte é composto de situações que fogem do cânone dos livros.

Indicando um ritmo acelerado característico de final de temporada (sim, já estamos no oitavo capítulo!), Hardhome se destaca também por ser mais “cinematográfico” que o habitual – Game of Thrones é uma série com caráter “teatral”, por assim dizer, mais focada nos diálogos e monólogos de seus personagens. E assim aqui temos uma direção mais ativa, utilizando transições rápidas entre os núcleos, uma sequência de elegantes elipses em determinado momento e, é claro, uma angustiante e inesperada batalha nos seus minutos finais. Mas estou me adiantando. cerseiO episódio abre aproveitando o gancho de The Gift e nos mostrando Daenerys lidando com os recém chegados Jorah Mormont e Tyrion Lannister..E se a rainha de Meereen não se mostra nem um pouco inclinada a perdoar o seu cavaleiro, esta situação acaba servindo como uma verdadeira “entrevista de emprego” para o anão. E é absolutamente fascinante ouvir Tyrion. Dono de uma retórica e inteligência formidável, além de um sarcasmo delicioso (“Lhe prestar serviço? Vossa Graça, acabamos de nos conhecer, é muito cedo para saber se você merece os meus serviços.”), o Lannister conquista a confiança de Dany apenas com a sua lábia, e se não estranhamos a rapidez com que isso acontece muito se deve à sempre impecável atuação de Peter Dinklage. Afinal, se Tyrion convence Daenerys, Dinklage convence a nós.

Em Porto Real, acompanhamos a humilhação de Cersei, que foi feita prisioneira pelo Alto Pardal na semana passada. Aqui é a vez de Lena Headey brilhar. Retratando todo o ódio e orgulho ferido da rainha perante a sua implacável guarda de cela (seria uma espécie de freira?), a atriz parece cuspir cada fala, e a intensidade de seu olhar reflete tanto a raiva quanto a dor que a personagem está sentindo por se ver naquela situação. Estará a rainha acabada, ou poderá haver alguma saída, como Qyburn insinua durante a sua visita? Uma coisa é certa, mesmo na situação mais deplorável Cersei não perde seu orgulho, e vê-la se arrastando para beber a água do chão é uma imagem que ganha força justamente porque sabemos o tamanho da queda pessoal que aquilo significa para aquela mulher. 2d1f2fVoltando ao outro continente, em Braavos, acompanhamos finalmente os primeiros passos de Arya para se tornar uma assassina sem rosto, serva do Deus-das-Muitas-Faces. Aqui o que chama mais atenção mesmo foi a brincadeira da direção nas elipses temporais, como já comentado anteriormente. Serviu para dar um dinamismo maior para a sequência. Além disso, ver Arya de volta à ação nos serve não apenas para desenhar a evolução da menina em seu treinamento, mas também para entender melhor a função da Casa do Preto e Branco naquela sociedade e qual é a dos servos desse deus misterioso (mais um!), afinal. E ainda de quebra ainda podemos conhecer melhor o cotidiano daquela cidade.

Já em Winterfell, temos outra cena forte no confronto entre Sansa e Theon, ops, quero dizer, Fedor. É admirável que Sophie Turner, mesmo que os altos e baixos da temporada insistam em levá-la à posição de donzela indefesa, resgate em sua atuação a força que a moça tem construído ao longo da sua trajetória. Sua dureza com o (ex?)Greyjoy certamente dá a Sansa uma dimensão dramática amplamente mais complexa. E se em outros anos já elogiei fartamente Alfie Allen, deixo aqui o mesmo comentário nesta temporada, uma vez que, ainda que sua participação tenha sido reduzida, o ator sempre exibe os traumas psicológicos sofridos pelo seu personagem com exímia competência. Resta agora saber qual será os desdobramentos da revelação à Stark que seus irmãos Bran e Rickon ainda estão vivos (mesmo que não estejam mais dando as caras ultimamente, =P). Game-of-Thrones-S05E08-5 Mas a cereja do bolo deste episódio realmente ficou para o final. A tensa negociação da aliança de Jon Snow com os Selvagens em Hardhome por si só já seria suficiente para preencher a participação deste núcleo no episódio, e temos aqui novos personagens carismáticos sendo apresentados, como a selvagem Karsi, que imediatamente ganhou a simpatia do público. Bem como a reaparição do gigante Won-won, aqui divertidamente introspectivo.

Qual não foi a surpresa quando um estranho vento congelante se fez presente e todos os personagens ficaram imediatamente inquietos. Sim, eles estavam lá. Os White Walkers, com seu imenso exército de zumbis, finalmente resolveram mostrar ao que vieram. E Hardhome, até então palco de uma satisfatória sequência para a narrativa, virou um verdeiro campo de batalha.

E que batalha. Pontuada pelo puro desespero e apego à sobrevivência, a eletrizante sequência demonstrou porque Jon está certo em assumir o risco político que está assumindo, algo dramaticamente importante para os episódios finais, imagino. O extremo perigo que os pálidos caminhantes representam, quase sempre apenas mencionado, enfim ganhou uma demonstração palpável na tela para o público. E ainda que a surpresa que a espada Garra-longa, feita de aço valiriano, tenha a capacidade de matá-los sirva de alguma esperança, acompanhar a perplexidade de Jon ao encarar o Night King à distância ressuscitando todos aqueles mortos dá o teor do que está por vir.

São todos seus soldados agora. O inverno chegou, e está apenas começando. game-of-thrones-s05-e-08-agambiarra-4 Leia mais sobre Game of Thrones

2 comments

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s