Estreias da Semana – 02 de abril

Veja as principais estreias da semana nos cinemas brasileiros:

 

Velozes e Furiosos 7 (Furious 7)

Velozes e Furiosos 7 - poster nacionalDireção: James Wan

Roteiro: Chris Morgan, baseado nos personagens criados por Gary Scott Thompson

Elenco: Vin Diesel, Paul Walker, Jason Statham, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Tyrese Gibson, Ludacris, Dwayne Johnson, Lucas Black, Kurt Russell, Nathalie Emmanuel, Elsa Pataky, Gal Gadot, John Brotherton, Luke Evans, Tony Jaa, Djimon Hounsou, Noel Gugliemi, Ali Fazal, Sung Kang, Ronda Rousey, Iggy Azalea, Miller Kimsey, Charlie Kimsey, Eden Estrella, Gentry White, Jon Lee Brody, Levy Tran, Anna Colwell, Viktor Hernandez, Steve Coulter, Robert Pralgo, Antwan Mills, J.J. Phillips, Jorge Ferragut, Sara Sohn, Benjamin Blankenship, D.J. Hapa, Faheem Najm, Brian Mahoney, Brittney Alger, Romeo Santos, Jocelin Donahue, Stephanie Langston, Jorge Luis Pallo, Daniel McGraw, Jose Abril, Andrew Ayala, Carlos Ayala, John T. Belmont III, Alan Boell, Bradley Bowen, Claire Callaway, Sasha Casares, Bryan Casserly, John Cenatiempo, Sandhya Chandel, Paul Chappell, Viviana Chavez, Catherine Chen.

Gênero: Ação/Policial

Duração: 137 minutos

Sinopse: Após os acontecimentos em Londres, Dom (Vin Diesel), Brian (Paul Walker), Letty (Michelle Rodriguez) e o resto da equipe tiveram a chance de voltar para os Estados Unidos e recomeçarem suas vidas. Mas a tranquilidade do grupo é destruída quando Ian Shaw (Jason Statham), um assassino profissional, quer vingança pela morte de seu irmão. Agora, a equipe tem que se reunir para impedir este novo vilão. Mas dessa vez, não é só sobre ser veloz. A luta é pela sobrevivência.

Notas: Orçamento estimado em US$ 250 milhões.

Disponível em 2D e também em 3D e IMAX 3D em cinemas selecionados.

Oitavo longa do malaio James Wan na direção. Os anteriores são Stygian (2000), Jogos Mortais (2004), Gritos Mortais (2007), Sentença de Morte (2007), Sobrenatural (2010), Invocação do Mal (2013) e Sobrenatural: Capítulo 2 (2013).

Último filme do ator americano Paul Walker, falecido em novembro de 2013, em um acidente de carro.

Precedido por Velozes e Furiosos (2001), + Velozes + Furiosos (2003), Velozes e Furiosos – Desafio em Tóquio (2006), Velozes e Furiosos 4 (2009), Velozes e Furiosos 5 – Operação Rio (2011) e Velozes e Furiosos 6 (2013).

 

O Ano Mais Violento (A Most Violent Year)

O Ano Mais Violento - poster nacionalDireção: J.C. Chandor

Roteiro: J.C. Chandor

Elenco: Oscar Isaac, Jessica Chastain, David Oyelowo, Alessandro Nivola, Albert Brooks, Elyes Gabel, Catalina Sandino Moreno, Peter Gerety, Christopher Abbott, Ashley Williams, John Procaccino, Glenn Fleshler, Jerry Adler, Annie Funke, Matthew Maher, David Margulies, Pico Alexander, Ben Rosenfield, Daisy Tahan, Taylor Richardson, Jason Ralph, Lorna Pruce, Jimmy Palumbo, Quinn Meyers, Elizabeth Marvel, Linda Marie Larson, Giselle Eisenberg, William Hill, Robert Clohessy, Myrna Cabello, Patrick Breen, Nick Bailey, Jenilyn Rodriguez, Stephen Reich, Russel Jones, Chester Jones III, Nat DeWolf, Teddy Cañez, Susan Blackwell, John Douglas Thompson, Suzanne Cerreta, Patrick Pitu, Kathleen Doyle, John Dinello, Teddy Coluca, Chris Cardona, Phillip Chi, Tanner, Giuseppe Ardizzone, Marc Alan Austen, Frank Bal, David Boston, Vincent Riviezzo, Zariah Singletary, Amiya Steed, Rick Toscano, Bill Walters.

Gênero: Ação/Drama/Policial/Suspense

Duração: 125 minutos

Sinopse: Nova Iorque, 1981. Em um dos invernos mais violentos da história da cidade, o imigrante Abel Morales (Oscar Isaac) e sua esposa, Anna (Jessica Chastain), tentam prosperar nos negócios, mas não conseguem escapar da corrupção, decadência e brutalidade que dominam a região.

Notas: Orçamento estimado em US$ 20 milhões.

Terceiro longa do também roteirista J.C. Chandor na direção. Os anteriores são Margin Call – O Dia Antes do Fim (2011) e Até o Fim (2013).

Indicado ao Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante (Jessica Chastain).

Vencedor dos prêmios de melhor filme, melhor ator (Oscar Isaac) e melhor atriz coadjuvante (Jessica Chastain) no National Board of Review, USA 2014.

 

O Último Ato (The Humbling)

Direção: Barry Levinson

Roteiro: Buck Henry e Michal Zebede, baseado no livro de Philip Roth

Elenco: Al Pacino, Greta Gerwig, Kyra Sedgwick, Dianne Wiest, Dylan Baker, Dan Hedaya, Charles Grodin, Nina Arianda, Li Jun Li, Maria Di Angelis, Victor Cruz, Billy Porter, Ricky Paul Goldin, Andrea Barnes, Suzan Perry, Maria-Christina Oliveras, Otoja Abit, Peter Francis James, Emily Dorsch, Katrina E. Perkins, TaiVon McKinney, Karah Serine, Richard Hughes, Lance Roberts, Jennifer Regan, Andrew Polk, Derrick Arthur, Tim Falter, Steve Rosen, Angela Cohen, Zack Robidas, Richard Jordan, Angelica Guillen, Dennis Lauricella, Adam Lubarsky, Rebecka Ray, Christopher Brian Roach.

Gênero: Comédia/Drama

Duração: 112 minutos

Sinopse: Simon Axler (Al Pacino) é um ator consagrado que, aos 65 anos, sente que perdeu a capacidade de interpretar. Em crise, ele se interna em uma clínica de repouso e passa a ter consultas via Skype com um terapeuta. Ao deixar o local para viver sozinho em uma casa enorme localizada em Connecticut, ele reencontra Pegeen Stapleford (Greta Gerwig), a filha de um grande amigo, que não via desde quando ela era uma criança. Pegeen sempre nutriu uma paixonite por Simon, mas há 16 anos decidiu se assumir como lésbica e mantém um relacionamento estável com Louise Trenner (Kyra Sedgwick). Ao perceber que Simon está solitário, ela joga tudo para o alto e decide ter um relacionamento com ele. Lisonjeado pelo súbito interesse de alguém bem mais jovem, Simon embarca na relação mas logo percebe que diferenças de idade e de pensamento são grandes problemas a serem enfrentados.

Notas: Baseado no livro de Philip Roth.

Vigésimo sétimo longa do veterano Barry Levinson na direção. Os anteriores são Peeping Times (1978), Quando os Jovens Se Tornam Adultos (1982), Um Homem Fora de Série (1984), O Enigma da Pirâmide (1985), Os Rivais (1987), Bom Dia Vietnã (1987), Rain Man (1988), Avalon (1990), Bugsy (1991), Toys: A Revolta dos Brinquedos (1992), Jimmy Hollywood (1994), Assédio Sexual (1994), Sleepers – A Vingança Adormecida (1996), Mera Coincidência (1997), Esfera (1998), Ruas da Liberdade (1999), The 20th Century: Yesterday’s Tomorrows (1999), Original Diner Guys (1999), An Everlasting Piece (2000), Vida Bandida (2001), A Inveja Mata (2004), Candidato Aloprado (2006), Fora de Controle (2008), PoliWood (2009), Você Não Conhece Jack (2010) e The Bay (2012).

 

Um Fim de Semana em Paris (Le Week-End)

Um Fim de Semana em Paris - poster nacionalDireção: Roger Michell

Roteiro: Hanif Kureishi

Elenco: Lindsay Duncan, Jim Broadbent, Igor Gotesman, Olivier Audibert, Sophie-Charlotte Husson, Etienne Dalibert, Mauricette Laurence, Gabriel Mailhebiau, Violaine Baccon, D. Damien Favereau, Jeff Goldblum, Déborah Amsellem, Stéphane De Fraia, Brice Beaugier, Charlotte Léo, Xavier De Guillebon, Marie-France Alvarez, Lee Michelsen, Denis Sebbah, Sébastien Siroux, Judith Davis, Julie Descarpentrie, Olly Alexander, Nicolas Carpentier, Scali Delpeyrat, Yvonne Gradelet.

Gênero: Comédia/Drama/Romance

Duração: 93 minutos

Sinopse: Nick (Jim Broadbent) e Meg (Lindsay Duncan) são professores universitários na faixa dos 60 anos que estão próximos de comemorar 30 anos de casamento. Vivendo sem emoções em Birminghan, na Inglaterra, Meg sugere que eles voltem para Paris e se hospedem no mesmo hotel em que passaram a lua-de-mel. Mas um encontro casual com ex-aluno de Nick pode significar mudanças na vida do casal.

Notas: Décimo primeiro longa do sul-africano Roger Michell na direção. Os anteriores são Persuasão (1995), My Night With Reg (1997), Titanic Town (1998), Um Lugar Chamado Notting Hill (1999), Fora de Controle (2002), Recomeçar (2003), Amor Para Sempre (2004), Venus (2006), Uma Manhã Gloriosa (2010) e Um Final de Semana em Hyde Park (2012).

 

Amor à Primeira Briga (Les Combattants)

Amor à Primeira Briga - poster nacionalDireção: Thomas Cailley

Roteiro: Thomas Cailley e Claude Le Pape

Elenco: Adèle Haenel, Kévin Azaïs, Antoine Laurent, Brigitte Roüan, William Lebghil, Thibaut Berducat, Nicolas Wanczycki, Frédéric Pellegeay, Steve Tientcheu, Franc Bruneau, Maxime Mège, Clément Allemand, Barbara Ayse, Coumba Seck, Islam Magomadov, Younès Houari, Semy Arham, Hamza Sako, Violette Echazarreta, Léa Pelletant, Pascal Bernagaud, Cynthia Bresolin, Julien Chaon, Luc Martinage, Sloan Ruiz, Quentin Valois, Rabah Doudou, Quentin Giraudet, Omer Cosgun, Jean-Baptiste Pujol, Paul Pichon, Bastien Palengat, Anthony Monjon, Mouslim Magomadov, Lerda Thibault, Lahouri Hamidi, Kevin Calandre, Reda Bensaga, Tom Lou Malaurie, Eddy Roberson, Florian Capdevielle Saban, Damien Brotons, Eric Amayna, Melchior Bonnet, Rémi Brunner.

Gênero: Comédia/Romance

Duração: 98 minutos

Sinopse: Arnaud (Kévin Hazaïs) é um jovem que acaba de perder o pai, e decide seguir os passos dele, tornando-se carpinteiro. Um dia, ele conhece Madeleine (Adèle Haenel), uma garota bruta e de poucos amigos, que acredita no fim do mundo e no caos social. Por isso, ela pensa apenas em sobreviver a qualquer custo; já ele não se preocupa com essas coisas. O sonho de Madeleine é entrar na divisão mais difícil do exército. Arnaud fica fascinado com ela, e passa a acompanhar o treinamento da amiga. Quando a garota parte para a divisão militar, ele decide se alistar também.

Notas: Longa de estreia do roteirista Thomas Cailley na direção.

Vencedor dos prêmios de melhor filme de estreia, ator mais promissor (Kévin Azaïs) e melhor atriz (Adèle Haenel) no César Awards, France 2015.

Vencedor do prêmio de melhor filme de estreia no French Syndicate of Cinema Critics 2014.

Vencedor do prêmio de melhor filme de estreia no Prix Louis Delluc 2014.

Vencedor dos prêmios C.I.C.A.E. Award, FIPRESCI Prize, Label Europa Cinemas e SACD Prize (Director’s Fortnight) no Festival de Cannes 2014.

 

Um Momento Pode Mudar Tudo (You’re Not You)

Um Momento Pode Mudar Tudo - poster nacionalDireção: George C. Wolfe

Roteiro: Shana Feste e Jordan Roberts, baseado no livro de Michelle Wildgen

Elenco: Hilary Swank, Emmy Rossum, Josh Duhamel, Stephanie Beatriz, Jason Ritter, Julian McMahon, Ali Larter, Andrea Savage, Gerald Downey, Mike Doyle, Loretta Devine, Ernie Hudson, Erin Chenoweth, Gareth Williams, Marcia Gay Harden, Frances Fisher, Ed Begley Jr., Danielle Kennedy, Geoff Pierson, Beau Knapp, Jordan Morris, Lyn Mahler, Ivory Tiffin, Ossie Mair, David Grant Wright, Chris Lee, Roya Semnanian, Kimberly Nichole, Sahra Mellesse, Katharine Lee McEwan, Melinda Lee, Carol Mack, Allyson Tiffin, Kaily Alissano, Jaeden Bettencourt, Hannah Reed, Jera Sky, Rachel Steele.

Gênero: Drama

Duração: 102 minutos

Sinopse: Kate (Hilary Swank) é diagnosticada com esclerose lateral amiotrófica. Bec (Emmy Rossum) é uma estudante impertinente e aspirante a cantora de rock, que aceita uma tentativa desesperada de emprego para dar assistência a Kate. Enquanto o casamento de Kate e Evan (Josh Duhamel) se deteriora, ambas passam a se apoiar em algo que se torna um laço não convencional.

Notas: Baseado no livro de Michelle Wildgen.

Terceiro longa de George C. Wolfe na direção. Os anteriores são Lackawanna Blues (2005) e Noites de Tormenta (2008).

 

14 Estações de Maria (Kreuzweg)

Direção: Dietrich Brüggemann

Roteiro: Anna Brüggemann e Dietrich Brüggemann

Elenco: Lucie Aron, Anna Brüggemann, Michael Kamp, Moritz Knapp, Birge Schade, Florian Stetter, Sven Taddicken, Lea van Acken, Franziska Weisz, Georg Wesch, Ramin Yazdani, Hanns Zischler.

Gênero: Drama

Duração: 110 minutos

Sinopse: Maria (Lea van Acken) se encontra dividida entre dois mundos. Na escola, a menina de 14 anos tem todos os interesses típicos de uma adolescente de sua idade, mas quando está em casa com a família, ela precisa seguir com rigidez os tradicionais ensinamentos católicos. Qualquer coisa que Maria faça ou pense deve ser examinado por Deus, o que a deixa com um medo constante de cometer algum pecado. Preocupada em agradar a todos, a menina logo se vê em meio ao fogo cruzado: como conciliar seus sentimentos pelo colega de classe com seus votos de pureza em nome de Deus?

Notas: Quarto longa do alemão Dietrich Brüggemann na direção. Os anteriores são Neun Szenen (2006), Renn, Wenn Du Kannst (2010) e Drei Zimmer/Küche/Bad (2012).

Selecionado para o Festival de Berlim 2014.

Indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim 2014.

Vencedor do prêmio do júri ecumênico e Urso de Prata de melhor roteiro no Festival de Berlim 2014.

Vencedor do prêmio de melhor diretor no Edinburgh International Film Festival 2014.

Vencedor do prêmio de melhor filme ecumênico no Norwegian International Film Festival 2014.

Vencedor dos prêmios de melhor filme, melhor filme – seção especial e Silver Spike de melhor filme no Valladolid International Film Festival 2014.

 

Fala Sério! (Fala Sério!)

Fala Sério! - posterDireção: Augusto Sevá

Roteiro: Augusto Sevá

Elenco: Naiara Carvalho, Mônica de Oliveira, Luciana Louvadini, Vinícius de Oliveira, Tadeu Pinheiro, Fred Stefen, Deivid Albuquerque, Rainê Santana.

Gênero: Drama/Romance

Duração: 85 minutos

Sinopse: Em Trancoso, no litora baiano, vivem as amigas Mônica (Mônica de Oliveira), Daia (Naiara Carvalho) e Lê (Luciana Louvadini). Elas são inseparáveis, e começam a descobrir juntas todos os prazeres e os conflitos do primeiro amor.

Notas: Terceiro longa de Augusto Sevá na direção. Os anteriores são A Caminho das Índias (1979) e Real Desejo (1990).

 

AVISO: A data de estreia dos filmes é de inteira responsabilidade de suas distribuidoras, sendo sempre possível uma mudança de datas de última hora.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s