Estreias da Semana – 26 de março

Veja as principais estreias da semana nos cinemas brasileiros:

Cinderela (Cinderella)

Cinderela - poster nacionalDireção: Kenneth Branagh

Roteiro: Chris Weitz

Elenco: Cate Blanchett, Lily James, Richard Madden, Helena Bonham Carter, Nonso Anozie, Stellan Skarsgård, Sophie McShera, Holliday Grainger, Derek Jacobi, Ben Chaplin, Hayley Atwell, Rob Brydon, Jana Perez, Alex Macqueen, Tom Edden, Gareth Mason, Paul Hunter, Eloise Webb, Joshua McGuire, Matthew Steer, Mimi Ndiweni, Laura Elsworthy, Ella Smith, Ann Davies, Gerard Horan, Katie West, Daniel Tuite, Anjana Vasan, Stuart Neal, Adetomiwa Edun, Richard McCabe, Joseph Kloska, Andy Apollo, Craig Mather, Jonny Owen-Last, Nari Blair-Mangat, Michael Jenn, Josh O’Connor, John W.G. Harley, Leila Wong, Bhanu Alley, Elina Alminas, Scherrikar Bell, Francesca Bennett, James Butcher, Laurie Calvert, Arielle Campbell, Janet Dawe, Andrew Fitch, Robert J. Fraser, Edward Lewis French, Melissa Galloway, Monique Geraghty, Alexander Gillison, Riley Halden, Ant Henson, Rajesh Kalhan, Sayed Kassem, Joe Kennard, Victoria Ann Kenway.

Gênero: Aventura/Drama/Romance

Duração: 105 minutos

Sinopse: Após a trágica e inesperada morte do seu pai, Ella (Lily James) fica à mercê da sua terrível madrasta, Lady Tremaine (Cate Blanchett), e suas filhas Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera). A jovem ganha o apelido de Cinderela e é obrigada a trabalhar como empregada na sua própria casa, mas continua otimista com a vida. Passeando na floresta, ela se encanta por um corajoso estranho (Richard Madden), sem desconfiar que ele é o príncipe do castelo. Cinderela recebe um convite para o grande baile e acredita que pode voltar a encontrar sua alma gêmea, mas seus planos vão por água abaixo quando a madrasta má rasga seu vestido. Agora, será preciso uma fada madrinha (Helena Bonham Carter) para mudar o seu destino.

Notas: Orçamento estimado em US$ 95 milhões.

Décimo quinto longa do também ator e roteirista norte irlandês Kenneth Branagh na direção. Os anteriores são Henrique V (1989), Voltar a Morrer (1991), Para o Resto de Nossas Vidas (1992), Muito Barulho Por Nada (1993), Frankenstein de Mary Shelley (1994), In The Bleak Midwinter (1995), Hamlet (1996), Love’s Labour’s Lost (2000), As You Like It (2006), The Magic Flute (2006), Um Jogo de Vida ou Morte (2007), Thor (2011), National Theatre Live: MacBeth (2013) e Operação Sombra – Jack Ryan (2014).

Vício Inerente (Inherent Vice)

Vício Inerente - poster nacionalDireção: Paul Thomas Anderson

Roteiro: Paul Thomas Anderson, baseado no livro de Thomas Pynchon

Elenco: Joaquin Phoenix, Katherine Waterston, Josh Brolin, Eric Roberts, Joanna Newsom, Jordan Christian Hearn, Taylor Bonin, Jeannie Berlin, Serena Scott Thomas, Maya Rudolph, Martin Dew, Michael Kenneth Williams, Hong Chau, Shannon Collis, Christopher Allen Nelson, Benicio Del Toro, Catherine Haena Kim, Jena Malone, Owen Wilson, Vivienne Khaledi, Yvette Yates, Andrew Simpson, Joe Dioletto, Reese Witherspoon, Sam Jaeger, Timothy Simons, Jack Kelly, Jillian Bell, Christian Williams, The Growlers, Belladonna, Alina Gatti, Elaine Tan, Martin Short, Sasha Pieterse, Wilson Bethel, Anders Holm, Emmet Unverzagt, Jefferson Mays, Erica Sullivan, Eva Fisher, Jackie Michele Johnson, Katie Schwartz, Charley Morgan, Keith Jardine, Delaina Mitchell, Michael Cotter, Peter McRobbie, Shannon C. Sullivan, Martin Donovan, Samantha Lemole, Madison Leisle, Liam Van Joosten, Matt Doyle, David Prak, Amy Ferguson, Emma Dumont, Scott Aschenbrenner, Jacqueline Ash, Ashleigh Biller.

Gênero: Comédia/Drama/Policial

Duração: 148 minutos

Sinopse: O detetive particular Larry “Doc” Sportello (Joaquin Phoenix) perambula pela Los Angeles de 1970 investigando o caso do desaparecimento de sua ex-namorada: Shasta Fay Hepworth (Katherine Waterston). Sportello logo se encontra preso em uma rede de conspirações que envolvem magnatas imobiliários, sequestro de um bilionário latifundiário, agiotas e os LAPD. Ao mesmo tempo tem de lidar com os efeitos colaterais causados pelo seu vício inerente em drogas.

Notas: Orçamento estimado em US$ 20 milhões.

Baseado no livro homônimo de Thomas Pynchon.

Sétimo longa do cultuado diretor e roteirista americano Paul Thomas Anderson. Os anteriores são Jogada de Risco (1996), Boogie Nights: Prazer Sem Limites (1997), Magnólia (1999), Embriagado de Amor (2002), Sangue Negro (2007) e O Mestre (2012).

Indicado ao Oscar de melhor roteiro adaptado e melhor figurino.

Indicado ao Globo de Ouro de melhor ator – comédia ou musical (Joaquin Phoenix).

Ponte Aérea (Ponte Aérea)

Ponte Aérea - posterDireção: Júlia Rezende

Roteiro: L.G. Bayão e Júlia Rezende

Elenco: Letícia Colin, Caio Blat, Felipe Camargo, Emílio de Mello, Cristina Flores, Martha Nowill, Sílvio Guindane.

Gênero: Drama

Duração: 100 minutos

Sinopse: Um voo do Rio de Janeiro para São Paulo tem seu curso desviado para Belo Horizonte, devido à forte chuva que castiga a capital paulista. Diante do imprevisto, os passageiros são hospedados em um hotel para que, na manhã seguinte, sigam para São Paulo. Entre eles estão o carioca Bruno (Caio Blat) e a paulista Amanda (Letícia Colin), que se conhecem no hotel. Após um rápido flerte, eles passam a noite juntos mas se desencontram no dia seguinte, já que Bruno pega um voo logo cedo. Já em São Paulo, ele a procura bem no dia em que é promovida na agência de publicidade em que trabalha. Aos poucos o sentimento entre eles se intensifica, mesmo que tenham que lidar com as dificuldades dos 432 quilômetros de distância entre as cidades que vivem.

Notas: Segundo longa de Júlia Rezende na direção. O anterior é Meu Passado Me Condena: O Filme (2013).

O Garoto da Casa ao Lado (The Boy Next Door)

O Garoto da Casa ao Lado - poster nacionalDireção: Rob Cohen

Roteiro: Barbara Curry

Elenco: Jennifer Lopez, Ryan Guzman, Ian Nelson, John Corbett, Kristin Chenoweth, Lexi Atkins, Hill Harper, Jack Wallace, Adam Hicks, François Chau, Bailey Chase, Kent Avenido, Travis Schuldt, Brian Mahoney, Raquel Gardner, Kari Perdue, Chad Bullard, Forrest Hoffman, Brandon Rush, Dexter the Cat.

Gênero: Suspense

Duração: 91 minutos

Sinopse: Uma mulher divorciada (Jennifer Lopez) se envolve romanticamente com o vizinho adolescente (Ryan Guzman) e o relacionamento gera consequências inimagináveis quando o rapaz se mostra obcecado e inconsequente.

Notas: Orçamento estimado em US$ 4 milhões.

Décimo quarto filme do americano Rob Cohen na direção. Os anteriores são Amigo é Para Essas Coisas (1980), Scandalous (1984), Dragão: A História de Bruce Lee (1993), Coração de Dragão (1996), Daylight (1996), The Guardian (1997), The Rat Pack (1998), Sociedade Secreta (2000), Velozes e Furiosos (2001), Triplo X (2002), Stealth – Ameaça Invisível (2005), A Múmia: Tumba do Imperador Dragão (2008) e A Sombra do Inimigo (2012).

Em Um Pátio de Paris (Dans La Cour)

Em Um Pátio de Paris - poster nacionalDireção: Pierre Salvadori

Roteiro: Pierre Salvadori, David Léotard e Benoît Graffin

Elenco: Catherine Deneuve, Gustave Kervern, Féodor Atkine, Pio Marmaï, Michèle Moretti, Nicolas Bouchaud, Oleg Kupchik, Garance Clavel, Carole Franck, Olivier Charasson, Bruno Netter, Cécile Descamps, Fred Epaud, Fanny Pierre, Lévanah Solomon, Cléo Perrel, Miguel Eduardo Cueva, Ange Ruzé, Bernard Bourdeau, Lionel Emery, Adeline Moreau.

Gênero: Comédia/Drama

Duração: 97 minutos

Sinopse: Desanimado demais para seguir tocando em sua banda de rock, Antoine (Gustave Kervern) busca uma nova ocupação. Sem experiência, ele acaba conseguindo emprego como zelador de um antigo prédio parisiense e logo revela-se muito bom na função. Assim ele conhece Mathilde (Catherine Deneuve), senhora recém-aposentada com quem desenvolve uma relação de amizade.

Notas: Nono longa do tunisiano Pierre Salvadori na direção. Os anteriores são Cible Émouvante (1993), Les Apprentis (1995), …Comme Elle Respire (1998), Le Détour (2000), Les Marchands de Sable (2000), Après Vous… (2003), Amar Não Tem Preço (2006) e Uma Doce Mentira (2010).

O Sal da Terra (The Salt of the Earth)

O Sal da Terra - poster nacionalDireção: Juliano Ribeiro Salgado e Wim Wenders

Roteiro: Juliano Ribeiro Salgado, Wim Wenders, David Rosier e Camille Delafon

Elenco: Sebastião Salgado, Wim Wenders, Juliano Ribeiro Salgado, Hugo Barbier, Jacques Barthélémy, Lélia Wanick Salgado

Gênero: Documentário

Duração: 110 minutos

Sinopse: O filme conta um pouco da longa trajetória do renomado fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado e apresenta seu ambicioso projeto Gênesis, expedição que tem como objetivo registrar, a partir de imagens, civilizações e regiões do planeta até então inexploradas.

Notas: Filme de abertura do Festival do Rio 2014.

Vencedor do Prêmio Especial na mostra Un Certain Regard no Festival de Cannes 2014.

Vencedor do Prêmio do Júri Ecumênico – Menção Especial no Festival de Cannes 2014.

Indicado ao Oscar de melhor documentário.

Vencedor do prêmio de melhor documentário no César Awards, France 2015.

Vencedor do prêmio da audiência no San Sebastián International Film Festival 2014.

Terceiro longa de Juliano Ribeiro Salgado na direção. Os anteriores são Paris La Métisse (2005) e Nauru, Une Île à La Dérive (2009).

O veterano diretor alemão Wim Wenders tem em sua carreira longas como O Medo do Goleiro Diante do Pênalti (1972), Movimento em Falso (1975), O Amigo Americano (1977), Hammett – Mistério em Chinatown (1982), O Estado das Coisas (1982), Paris, Texas (1984), Asas do Desejo (1987), Até o Fim do Mundo (1991), Tão Longe, Tão Perto (1993), O Céu de Lisboa (1994), Além das Nuvens (1995), O Fim da Violência (1997), Buena Vista Social Club (1999), O Hotel de Um Milhão de Dólares (2000), Medo e Obsessão (2004), Estrela Solitária (2005), Palermo Shooting (2008) e Pina (2011), entre outros.

Marcas da Água (Watermark)

Marcas da Água - poster nacionalDireção: Jennifer Baichwal e Edward Burtynsky

Roteiro: Jennifer Baichwal

Elenco: Atores desconhecidos

Gênero: Documentário

Duração: 92 minutos

Sinopse: Através de vários países do mundo, este documentário busca retratar a interação entre os seres humanos e a água. O filme busca compreender nossa necessidade de água, como ela separa os povos e atrai as pessoas, e quais são as consequências do seu uso. Entre as locações filmadas estão um imenso aqueduto na China e o delta do rio Colorado, nos Estados Unidos.

Notas: Sexto longa de Jennifer Baichwal na direção. Os anteriores são Let It Come Down: The Life of Paul Bowles (1998), The True Meaning of Pictures: Shelby Lee Adams’ Appalachia (2002), Manufactured Landscapes (2006), Act of God (2009) e Payback (2012).

Longa de estreia de Edward Burtynsky na direção.

Vencedor do prêmio de melhor filme canadense no Toronto Film Critics Association Awards 2014.

Vencedor do prêmio de excelência em documentário no Directors Guild of Canada 2014.

Vencedor do prêmio Ted Rogers de melhor documentário longa metragem no Genie Awards 2014.

No Meio do Rio, Entre as Árvores (No Meio do Rio, Entre as Árvores)

No Meio do Rio, Entre as Árvores - posterDireção: Jorge Bodanzky

Roteiro: Jorge Bodanzky

Elenco: Atores desconhecidos

Gênero: Documentário

Duração: 70 minutos

Sinopse: Resultado de uma expedição ao Alto Solimões, onde foram ministradas oficinas de vídeo, circo e fotografia às comunidades ribeirinhas, dentro de reservas ambientais. O filme é feito por eles, a partir da tecnologia recém aprendida e com a visão “de dentro para fora”, sem intérpretes.

Notas: Sétimo longa de Jorge Bodanzky na direção. Os anteriores são Iracema – Uma Transa Amazônica (1975), Giritana (1975), Jakobine (1978), Jari (1980), O Terceiro Milênio (1982) e Igreja dos Oprimidos (1986).

Filme de 2010 que somente agora chega aos cinemas.

Lançamento exclusivo em São Paulo.

Eduardo Coutinho, 7 de Outubro (Eduardo Coutinho, 7 de Outubro)

Eduardo Coutinho, 7 de Outubro - posterDireção: Carlos Nader

Roteiro: Carlos Nader

Elenco: Eduardo Coutinho, Carlos Nader.

Gênero: Documentário

Duração: 112 minutos

Sinopse: Uma entrevista, uma tarde, uma locação, um único personagem. Partindo das “prisões que libertam” no documentário Coutiniano, é a vez de inverter o jogo e ver o maior entrevistador do cinema brasileiro em frente às câmeras. Eduardo Coutinho, 7 de Outubro é um documentário que coloca o cineasta diante de sua própria equipe para um entrevista conduzida por Carlos Nader.

Notas: Quinto longa de Carlos Nader na direção. Os anteriores são Noites do Norte Ao Vivo (2002), Preto & Branco (2004), Pan-Cinema Permanente (2008) e Homem Comum (2014).

AVISO: A data de estreia dos filmes é de inteira responsabilidade de suas distribuidoras, sendo sempre possível uma mudança de datas de última hora.

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s