Dois Dias, Uma Noite | Crítica

deux-jours-une-nuit-marion-cotillard

Sandra Bia (Marion Cortilard) é uma mãe de duas crianças, casada com Manu (Fabrizio Rongione), chef de um restaurante de franquia de shopping, que após um surto depressivo que a afastou do trabalho por tempo indeterminado está apta a voltar ao serviço. Porém, seu chefe sugeriu que se todos votassem contra a volta dela, todos os 16 trabalhadores, que seriam suficientes, ganhariam 1000 mil euros. A maioria votou a favor do abono. Desesperada e com a ajuda de uma amiga do trabalho, ela conseguiu na sexta-feira uma nova votação para segunda de manhã.

Sandra então tem dois dias e uma noite para convencer seus colegas de trabalho a abrirem mão do abono para garantir seu emprego. Esse é o mote do novo filme dos irmãos Dardennes. A luta contra a deterioração do altruísmo no mercado e o crescente individualismo entre colegas de trabalho.

fabrizio-rongione-et-marion-cotillard-deux-jours-une-nuit-pleurs

Sandra, que não está bem, visita alguns dos seus colegas, se humilhandoao pedir para que votem nela. A conversa sempre começa a mesma, mas termina de diversas maneiras. Há brigas, divórcio, choro e pedido de perdão, comoção, vergonha e até desdém. Para ela é cada vez mais difícil e mais dolorido. Chega a uma tentativa de suicídio, mas ao enxergar uma luz no fim do túnel evita o pior.

O tema social-trabalhador mais uma ver é o grande protagonista da história dos Dardennes, a luta de classes, o sofrimento e a falta de compreensão dos governantes estão aqui assim como nos outros filmes.

O grande burburinho que gerou foi a escalação de uma atriz do brio de Marion Cortillard, que está simplesmente absurda de fantástica. Ela some completamente embaixo dos ombros caídos, olhares pesados, expressão triste e uma palidez. Sua indicação é justíssima depois da esnobada por Era Uma vez em Nova York. Fabrizio, que começou com os Dardennes, está perfeito como sempre, certamente o personagem foi escrito para ele. E o vilão que é citado durante o filme inteiro e só aparece faltando 10 minutos para terminar também, outro colaborador vitalício dos irmãos, Olivier Goumert.

download

Filmado na Bélgica, como sempre, em sua cidade natal, a ensolarada Seraing, a fotografia destaca os tons pasteis da cidade europeia e as camisetas neon que a personagem usa. É contraste com o clima de suspense e depressivo do filme. A edição é perfeita como sempre, não passa de uma hora e meia usual. Da filmografia e a direção nem preciso me alongar, é mainstrean como se espera dos irmãos Dardennes.

Cotação-5-5

Dois Dias, Uma Noite (Deux Jours, Une Nuit)

Dois Dias, Uma Noite - poster nacionalDireção: Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne

Roteiro: Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne

Elenco: Marion Cotillard, Fabrizio Rongione, Catherine Salée, Batiste Sornin, Pili Groyne, Simon Caudry, Lara Persain, Alain Eloy, Myriem Akeddiou, Fabienne Sciascia, Anette Niro, Rania Mellouli, Christelle Debrouck, Timur Magomedgadzhiev, Hassaba Halibi, Soufiane Jilal, Hicham Slaoui, Philippe Jeusette, Yohan Zimmer, Safia Gollas, Christelle Cornil, Marion Lory, Angélique Michaux, Laurent Caron, Joachim Vincent, Donovan Deroulez, Tom Adjibi, Elena Doratiotto, Franck Laisné, Maïdy Ankaye, Alao Kasongo, Serge Koto, Morgan Marinne, Gianni La Rocca, Ben Hamidou, Carl Jadot, Olivier Gourmet, Sabine Raskin, Corentin Lahaye, Carmela Nicosia, Alix Toussant, Dimitri Mouton, Damien Trapletti.

Gênero: Drama

Duração: 95 minutos

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s