O Último Concerto | Crítica

a-late-quartet03“O último concerto”  filme do diretor Yaron Zilberman, começa com o quarteto ficcional de corda The Fugue (A Fuga) adentrando o palco para uma apresentação. Eles sentam em seus lugares e entreolham-se, como se esperassem o sinal para começar a tocar. Mas os olhares trocados não buscam um começo e nem parecem em comum acordo um com os outros. São faíscas ressoando vários sentimentos que, no segundo seguinte, serão desnudados para nós

Formado há vinte e cinco anos por três jovens estudante da Julliard, com um professor que já havia tido essa experiência e sentia falta de estar em um grupo, o quarteto The Fugue sofre um golpe forte bem no auge de sua carreira. Peter (o professor e trinta anos mais velho) descobre-se com Parkinson e os sinais cruéis da doença acabam por fazê-lo tomar a decisão de sair do grupo. É a quebra da estrutura perfeita deste quadrado.

alatequartet19900x506Não que antes disso a vida dos outros três integrantes fosse perfeita; Juliette (Catherine Keener), que toca a viola, é casada com Robert (Philip Seymour Hoffman), o segundo violinista, mas antes de se envolver com ele, teve um breve romance com Daniel (Mark Ivanir). O anúncio da saída de Peter revela o desafino do ritmo de vida deles; o casamento de Julie e Robert está desgastado e ela parece não se dar conta disso. Para ajudar, acaba sempre demonstrando ser a favor das decisões sugeridas por Daniel para o quarteto. Robert se ressente com isso e, inspirado pelo novo começo que terão pela frente, propõe ser primeiro violinista, não só do grupo, mas também da vida de Julie. Sua proposta não é bem aceita e causa um destempero nele que pode ter custado o seu casamento.

Em meio a tudo isso há a filha de ambos, Alexandra (Imogen Poots), que possui uma relação bem difícil com a mãe e a acusa de tê-la preterido por sua carreira a vida toda. No impulso, se envolve com o fechado e aparentemente frio Daniel, que com o passar dos anos se autodenominou líder do grupo e o comanda com uma frieza e rigidez absurda, algo que se reflete em sua vida. Com a quebra da estrutura, deixa se revelar um ser amoroso e ansioso por viver. Mas o mais interessante dessa história é o lado que está saindo.

still-of-imogen-poots-in-a-late-quartet-(2012)-large-pictureA forma como lida com a doença e com ter que abrir mão de sua carreira, numa interpretação singela e contida de Christopher Walken, torna o drama de seu Peter o mais bem desenvolvido e quisto. Esqueça os tipos loucos e afetados que você está acostumado a vê-lo encarnar. É de um naturalismo seu trabalho que, chega a emocionar os momentos em que relembra a esposa recém-falecida e seu último concerto. Aliás, dos quatro, o mais centrado e certo do que quer da vida é justamente ele, a parte dissidente e doente.

Não é um filme de diretor, nem inovador no roteiro. Os clichês estão ali, mas muito bem amparados pelas excelentes e contidas interpretações. A trilha, que não poderia ter outro nível de qualidade, é muito bem calcada na história. A música clássica sempre cai bem em um drama urbano contemporâneo, ainda mais quando o nicho dela é justamente este. Apesar de sentir falta de algo mais pessoal, Yaron conduz bem a construção da trama. Uma boa pedida num domingo à tarde melancólico e frio. Apesar de ter a “morte” como base, é um filme de recomeço e inspiração a quem está buscando isso.
Cotação-3-5

O Último Concerto (A Late Quartet)

O Último Concerto - poster nacionalDireção: Yaron Zilberman

Roteiro: Seth Grossman e Yaron Zilberman, baseado em história de Yaron Zilberman

Elenco: Catherine Keener, Christopher Walken, Philip Seymour Hoffman, Mark Ivanir, Imogen Poots, Madhur Jaffrey, Liraz Charhi, Wallace Shawn, Pamela Quinn, Brooklyn Parkinson Group, Cristian Puig, Rebeca Tomas, Megan McQuillan, David Redden, Ted Hartley, Stephen Payne, Alyssa Lewis, Attacca String Quartet, Keiko Tokunaga, Luke Fleming, Andrew Yee, Amy Schroeder, Anne Sofie von Otter, Nina Lee, Jasmine Hope Bloch, Kevin Cannon, Marty Krzywonos, Rebecca Merle.

Gênero: Drama/Musical

Duração: 105 minutos


Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s