The Star Wars | Review

A história de Star Wars nos quadrinhos da editora americana Darth Horse, que tem mais de duas décadas de sucesso, chega ao fim esse ano. Depois da compra da LucasFilms pela Disney, a Marvel voltará a ser a casa dos quadrinhos de Luke e companhia. A Casa das Ideias deverá zerar a cronologia do universo expandido e começar novas histórias no período de tempo determinado pela Disney, para não comprometer a execução dos futuros filmes.

Na Dark Horse, temos um gigantesco período de tempo, já tivemos histórias como “Alvorecer dos Jedi” situada milhares de anos no passado contando a história do surgimento dos Jedi, as revistas “Contos dos Jedi” 100 mil anos antes de Ep. IV – Uma Nova Esperança falando sobre a ascensão dos Sith, e é claro centenas de revistas sobre a época que se passa os filmes, e até revistas como “Invasão” e “Legado” sobre o futuro da Ordem Jedi e os descendentes da família Skywalker.

TSW_01

E como a Dark Horse publica muito material sobre o EU, é difícil manter uma qualidade dos mesmos, e apesar de terem histórias ótimas, tem também muita porcaria. E sabendo que iria perder a licença da franquia, a editora resolveu publicar um dos títulos mais aguardados pelos fãs: A quadrinização do roteiro original de Star Wars baseado no manuscrito de George Lucas e nas artes conceituais de Ralph McQuarrie.

Afinal, todos os fãs sempre se perguntaram como seria aquela história onde Darth Vader não é um Sith, onde Han Solo é um lagarto e Luke Skywalker é um sábio general. E o principal, a Estrela da Morte não destrói planetas, é apenas uma imensa fortaleza espacial. E as diferenças não param por aí, muitas localidades e a própria estrutura do enredo são completamente diferentes daquilo que vimos no Ep. IV, porém, há muitas similaridades, a Princesa Leia, a luta contra o Império, as perseguições e batalhas espaciais.

22824A história começa em Utapau, aonde um cavaleiro da Ordem dos Sith, a mando do Imperador, vai atrás da família Starkiller, um dos últimos sobreviventes do clã da Ordem dos Cavaleiros Jedi-Bendu. Após matar o Deak, o filho mais novo de Kane Starkiller, ele e Annikin Starkiller, seu filho mais velho, decidiram voltar ao seu planeta natal Aquilae. Porém ,o planeta desértico está atualmente sitiado pelo Império tendo a Fortaleza Espacial em sua órbita, há uma reunião com Rei Kayos, sua cúpula e o General Luke Skywalker, o último Grandes Mestre Jedi-Bendu que ainda luta contra a opressão imperial. Após se recusarem a se render ao Império, o Rei Kayos é morto após um bombardeio orbital e sua filha, a Princesa Leia é a única esperança da Rebelião, pois se ela assinar o tratado de ocupação, o Império consegue domínio total sob toda a galáxia.

No centro de comando de Aquilae, Kane faz com que Luke aceite seu filho Annikin como seu Padawan aprendiz, e revela ao seu velho amigo que é mais androide que humano, e que está morrendo. Após isso, o General Luke Skywalker, Annikin Starkiller e Capitão Whitsun, braço direito de Luke, decidem tirar Leia e seus irmãos gêmeos do planeta e levá-los ao planeta Ophuchi, onde Leia lideraria os Rebeldes. Ao chegar no espaço-porto de Gordon, o Príncipe Sith Valorum os espera, e com a ajuda de Han Solo, um alien réptil urealiano, conseguem escapar de Aquilae. Mas no meio do caminho, sua nave foi atacada por caças imperiais, e com o sacrifício do Capitão Whitsun, os heróis conseguiram pousar no planeta florestal de Yavin, lar dos Wookiees.

Ao caírem em Yavin, o grupo se dividiu e a Princesa Leia foi capturada por caçadores de escravos que a entregaram ao Império, e foi enviada de volta para a Fortaleza Espacial. Annikin então faz amizade com Chewbacca, filho do líder de uma tribo Wookiee, após salvá-lo de escravistas. Luke, Annikin e Han Solo, agora com a ajuda dos Wookiees, conseguem tomar controle do posto avançado imperial, e armam um plano para destruir a Fortaleza Espacial: Ensinar os Wookiees a voarem nos caças imperiais. Impaciente, Annikin decide ir sozinho à Fortaleza para salvar Leia, a qual descobriu que é apaixonado.

TSW_02

Na Fortaleza Espacial, o General Darth Vader tortura a Princesa Leia e consegue capturar Annikin. O Príncipe Sith Valorum descobre então os verdadeiros planos do Imperador, que é se livrar da Ordem dos Cavaleiros Sith, e decide ajudar Annikin a libertar a Princesa. A frota de caças imperiais pilotados por Wookiees conseguem destruir a Fortaleza Imperial, matando assim Darth Vader, já Annikin, a Princesa Leia e Valorum conseguem escapar antes da explosão. Em Aquilae, Leia assume o posto de Rainha e nomeia Annikin protetor oficial do planeta e condecora todos que participaram da libertação do planeta.

O roteiro de The Star Wars foi publicado em 8 edições, e devo dizer, apesar de ser um documento histórico, para os fãs da saga, podemos dar graças a Deus que essa história não virou o filme que todos amamos e conhecemos. Basicamente é a história do Ep. I – A Ameaça Fantasma colocada na realidade do Ep. IV – Uma Nova Esperança. Há todo um discurso político que George Lucas aproveitou no roteiro do Ep. I, assim como a desesperada fuga da Princesa do planeta, os tanques de assalto flutuantes e uma referência e outra.

Outro ponto negativo é que podemos ver o quanto Lucas era ruim com seus diálogos, se você achou as falas de Anakin e Amidala em Ep. II – O Ataque dos Clones deprimente, é porque não viu as falas de como Annikin e Leia se apaixonam, chegam a ser constrangedoras, um aluno do primário conseguiria criar um dialogo melhor. Outro fato curioso é a personalidade da Princesa Leia, que em muito se assemelha a da Princesa Vespa em S.O.S. Tem Um Louco Solto No Espaço. Assim como na comédia de Mel Brooks, a Princesa é uma patricinha mimada que quer que sempre seja feita sua vontade, será que Mel Brooks leu o roteiro original? Fica a duvida.

TSW_03

Interessante também ver o exercito Wookiee lutando contra o Império, que seria aproveitado posteriormente em Ep. VI – O Retorno de Jedi. Ao contrário dos adoráveis Ewoks, os Wookiees sim se mostraram um adversário formidável aos soldados imperiais. Além da capital do Império é a cidade flutuante de Alderaan, que viria a se tornar Bespin em Ep. V – O Império Contra-Ataca. Outro fato interessante de ser falar é o fato de Han Solo ser um alienígena reptil bastante diferente de tudo que temos na saga cinematográfica. Ficou a cargo do Capitão Whitsun, ter a personalidade do famoso contrabandista, até, inclusive, fazendo dupla com Annikin na canhoneira da nave contra os caças imperiais.

Podemos também perceber claramente as inspirações de George Lucas para a criação de seu universo. A história do primeiro ato no planeta de Aquilae é uma homenagem ao seu principal influenciador: Akira Kurosawa. A Fortaleza Escondida foi misturada com o visual retro futurista da série clássica de Flash Gordon, além da clara alusão ao clássico Metrópolis, já que o de See Threepio era de um androide feminino idêntico ao criado pelo alemão Fritz Lang.

The_Star_Wars_2_VariantO visual da revista, como falado anteriormente, foi baseado nas artes conceituais de Ralph McQuarrie, que por sua vez, foi totalmente inspirado no filme e na série de Flash Gordon, inclusive o flutuador utilizado pelos soldados imperiais, que seria usado em Ep. I se assemelha bastante com a da clássica série de sci-fi. Até mesmo o visual do imperador remete ao Imperador Ming. E uma das poucas coisas que ficaram iguais, ou quase, foram os Stormtroopers, apesar deles carregarem também sabres de luz, e o querido e adorável R2D2, que nessa versão é falante.

É notória a melhora na execução desse roteiro para o finalizado em Ep. IV. Porém, reza a lenda que o filme foi totalmente remontado na mesa de edição por Richard Crew, o que alterou um pouco a visão de George Lucas. Mas independente disso, é uma agradável história a ser lido, apesar de seus óbvios defeitos, e como tudo que tem o nome Star Wars vende, a revista foi um sucesso de vendas e se tornou uma das mais vendidas da Dark Horse nos últimos anos. Uma escolha certa a franquia Star Wars se despedir da casa a qual estava, e fez sucesso, em mais de vinte anos.

Anúncios

Um comentário

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s