Believe S01E08 – Together | Review

believe8Após a grande revelação de semana passada, Bo e Tate finalmente conseguem uma oportunidade para ficar sozinhos por algum tempo e se preocupam em tentar estabelecer uma rotina funcional como pais e filhos. Em meio a sua interminável fuga buscam um resquício de normalidade que obviamente não irão conseguir.

No episódio, a menina começa a fazer progressos no controle de suas habilidades mentais, mas acaba sendo proibida de utilizá-las devido a uma máquina desenvolvida pela equipe de Skouras. A geringonça não apenas detecta sinais de paranormalidade, mas triangula com exatidão o local onde ela ocorre e identifica o indivíduo responsável pela transmissão. Em outras palavras, é possivelmente o fim da linha para a pobre Bo e companhia.

O episódio desta semana, Together, não consegue ser nem especialmente bom nem especialmente ruim e acaba se fixando em uma seção intermediária em relação ao que vimos de Believe até agora. Não tem muita personalidade e possui uma direção apagada, mas ao mesmo tempo é bastante fluido e fácil de assistir, conseguindo divertir ocasionalmente.

BelieveNa trama, acompanhamos duas linhas narrativas. A primeira segue Bo e Tate, que acabam enrolados em mais um caso de uma pessoa que precisa de ajuda. Desta vez, trata-se de um homem cuja família está sendo ameaçada por um agiota e que não tem meios de pagar o que deve.

Não chega a ser muito interessante, mas é possível dizer que a relação dos dois protagonistas é um dos pontos altos do episódio. Previsível, mas fofinho e moderadamente envolvente.

A segunda linha narrativa mostra a invasão de Channing ao quartel-general do Projeto Orquestra, onde a máquina localizadora é mantida. O objetivo é inserir um chip no mecanismo que o impeça de reconhecer efetivamente as assinaturas telepáticas dos indivíduos encontrados. A moça precisa contar com a sorte para não topar com nenhum funcionário do projeto no meio do caminho.

believe8_3Embora não haja nada de muito errado para se apontar na trama redondinha, embora também morna e pouco inspirada, o episódio está longe de empolgar. Ele apenas confirma a tendência de Believe de raramente ir além do feijão com arroz e permanecer sempre em uma zona de conforto que é também responsável pelo marasmo em que a série se vê presa de vez em quando.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s