Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. S01E19 – The Only Light in the Darkness |Review

00_07

O décimo nono episódio é curioso, ele apresenta Blackout, que tinha potencial para ser um ótimo vilão com bons poderes, para ser totalmente desperdiçado em uma subtrama que fica bem a margem da história principal com Skye e Ward.

O episódio começa mostrando Marcus Daniels, o Blackout, libertado da Geladeira pelo Agente Garret da HIDRA, e está indo diretamente para Portland com objetivos escusos. Na base Providence, a equipe de Coulson, com o Agente Ward já entre eles, é submetido a um detector de mentiras que nem a Agente Romanov é capaz de burlar. Durante o teste, descobrimos que o Agente Tripp é neto de um soldado do Comando Selvagem do Capitão América durante a Segunda Guerra Mundial. E Ward falha no teste ao ser perguntado se ele faz parte da HIDRA, porem, consegue ludibriar o Agente Koenig contando meias verdades. Coulson então faz uma busca sobre os prisioneiros que fugiram da Geladeira, e vê Daniels entre eles, automaticamente se preocupa e coloca em prontidão para recapturá-lo, pois sabe a ameaça que ele representa a uma pessoa quelhe é querida. Decide então partir com os Agentes Fitz, Simmons e Tripp para capturá-lo.

00_08

May chateada com a desconfiança de Coulson, decide partir da base e seguir sozinha, deixando o traidor Ward sozinho com Koering e Skye. Ward precisa que Skye decodifique o disco rígido que contem várias especificações de missão que Raina precisa para concluir seus experimentos, com isso, Ward joga todo seu charme em cima dela, o que surte efeito, até Skye descobrir que Ward assassinou Koering. Após um momento de total desespero, Skye decide entrar no jogo de Ward e parte da base com ele. Em Portland, descobrimos que o objetivo de Daniels é a fixação na famosa violoncelista Audrey Nathan. Isso mesmo, a violoncelista ex-namorada do Coulson, interpretada aqui pela linda Amy Acker (de Muito Barulho por Nada). Após um primeiro encontro desastroso, Fitz pega uma arma de raios gama inventada pelo Bruce Banner e a equipe facilmente consegue explodir Daniels. No final do episódio vemos May se encontrando com sua mãe, uma ex-Agente da S.H.I.E.L.D. que a levará até a Agente Maria Hill no próximo episódio.

Joss Whedon adora trabalhar com sua panelinha de amigos. Muito Barulho por Nada, seu último filme é uma prova disso, praticamente todo o elenco é de atores que já participaram de suas séries anteriores. E nesse episódio vemos a Amy Acker, poderá se lembrar dela como a Fred/Illyria de Angel e a Dr. Claire de Dollhouse. Em Muito Barulho por Nada, Amy interpreta a filha do Clark Gregg, e agora em S.H.I.E.L.D., ela faz as vias de sua ex-namorada. Apesar de toda essa parte ser bastante emocionante, com Coulson a todo o momento falando que precisa continuar morto para mantê-la em segurança, a má direção do episódio não dá o enfoque necessário a essa subtrama, que poderia ser bem melhor desenvolvida.

00_09

Todo o foco fica voltada para a carga dramática da conversa do Ward com Skye, o que em certo ponto funcionou, pois vemos como a descoberta da traição de Ward foi dolorida para Skye. Mas executar isso ao mesmo tempo da trama da violoncelista, foi um tiro no pé, o diretor não conseguiu manter duas linhas dramáticas ao mesmo tempo, e toda a trama da equipe em Portland, ficou bastante corrida e sem emoção. Até Daniels, que tinha os poderes da Força Negra oriunda de outra dimensão foi totalmente subutilizado. Ele conseguiria muito bem levar todo um episódio, ou mais de um, nas costas. Agora esperar pela participação da Maria Hill no próximo episódio, e a contagem regressiva começa, apenas mais três episódios para o season finale que promete.

Curiosidade:

Blackout – Criado por Marv Wolfman, Carmine Infantino e Tom Palmer em Nova #19 de 1978. Marcus Daniels retira seu poder da Força Negra oriunda de outra dimensão. Era vilão do Nova e Capitão Marvel até ser recrutado pelo Barão Zemo para fazer parte dos Mestres do Terror. Posteriormente integrou uma das equipes dos Thunderbolts.

Anúncios

2 comentários

  1. 1) Não gostei muito desse episódio. Confesso que fiquei roendo as unhas para saber como Ward iria se sair no detector de mentiras e principalmente como a Skye ia descobrir a verdade sobre a traição dele. Não gostei da reação dela, achei que teve muito sangue frio pra resolver a situação. Ela não é uma espiã nata, não ficou crível pra mim que ela conseguiu enganá-lo. Talvez seria melhor se ela o desmascarasse e fosse levada amarrada e gritando pro Garrett. 2) Outra coisa que achei o episódio fraco foi a trama: puxa, não ficou claro se o Blackout foi atrás da ex do Coulson porque quis ou porque o Garrett o enviou para distrair a equipe do A.C. para que o Ward fizesse o trabalho sujo dele. Também achei que tudo aconteceu muito rápido: o modo como Daniels chegou até a violoncelista, a armadilha que a equipe do A.C. preparou ele e a destruição do vilão: muito simples, parece que aconteceu tudo numa cidade deserta, que episódio vazio! 3) Finalmente veremos a Maria Hill, Espero que já no próximo episódio o Ward seja desmascarado por toda a equipe! Por fim, meu último comentário é: acho que a história da droga que ressuscitou Coulson e salvou a Skye ainda não está bem explicada na série, pra mim não tem nada a ver com aquele alien azul que o A.C. viu, é tudo fachada: na minha humilde opinião, essa droga esta sendo tirada da jóia da alma (what???), olha a cor verde que aparece perto de onde ela foi encontrada!!! (alguém se lembra??)

    Curtir

    • Então:
      1: A parte do detector foi burrice do agente da shield, o Ward falhou feio nele e enganou muito fácil o carinha lá, já a reação da Skye achei condizente com o que a personagem vem mostrando até aqui. 2: O Blackuot foi muito subutilizado, deu até pena dele, e pior que poderia dar uma excelente história ele. 3: A Maria Hill é muito bem no episódio e o Ward será descoberto sim, nem tem como prolongar. A verdade sobre a droga vai aparecer no próximo episódio, nada a ver com as joias do infinito não.

      Curtir

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s