Believe S01E06 – Sinking | Review

believe6_1Desde o último episódio, ficou bem claro que Believe está procurando mudar um pouco as coisas. Os primeiros quatro capítulos foram um interminável loop narrativo que aparentemente jamais teria um fim, mas agora os caminhos da série e, mais importante, de seus personagens, ganham contornos cada vez mais nítidos.

Para começar, esta semana a dupla principal não teve que ajudar nenhuma pessoa em apuros. Ou melhor, teve sim: o próprio Tate. É isso aí, Tate e seu passado obscuro foram o caso da semana, o que permitiu que a trama finalmente tivesse foco totalmente em seus personagens centrais.

O lado ruim é que o mistério estava longe de ser tão intrigante quanto prometia. O desenrolar, na realidade, foi até bastante óbvio. Tate não cometeu os crimes pelos quais foi acusado e quem o fez também tratou de incriminá-lo sem deixar muitas pistas. E é isso.

Believe - Season 1As mentes criativas e produtivas por trás de Believe parecem ter alguns problemas para conseguir levar emoção genuína para a tela. O episódio, por exemplo, desperdiça a oportunidade de criar algum conflito mais intenso através do reencontro de Tate com seu pai após anos de encarceramento.

Na realidade, o roteiro transforma esse fato potencialmente relevante em uma ação inútil e o pai de Tate (e avô de Bo, diga-se) acaba sendo um coadjuvante de luxo, sumindo de maneira ainda mais inexpressiva da trama do que quando surgiu.

E enquanto Winter e sua parceira Janice seguem desfilando sua incompetência sempre que podem, desta vez completamente perdidos em cena, Johnny Sequoyah e Jake McLaughlin finalmente encontraram o tom correto para seus personagens e as interações entre Bo e Tate alcançaram seu melhor patamar aqui.

believe6_3Também há alguns momentos esclarecedores em Sinking, como o fato de que a garota é muito mais inteligente e sabe muitas outras coisas além do que revela aos telespectadores. A estrutura governamental chefiada por Skouras e responsável pelo desenvolvimento de armas com seres humanos superpoderosos também está sendo melhor explicada. Porém, os objetivos desse projeto confidencial continuam nebulosas.

Não há dúvidas de que Believe apresentou uma acentuada melhora de qualidade nas últimas duas semanas. Mas será que foi suficiente? É importante fazer essa pergunta porque no momento a série compete diretamente nos Estados Unidos com os dois gigantes da HBO Game of Thrones e Mad Men. E por mais que o interesse por Believe venha evoluindo, não me vejo deixando de assistir a algumas dessas séries em primeira mão para acompanhar a história ainda bem irregular de Tate e sua filha superpoderosa.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s