Believe S01E04 – Defection | Review

Believe - Season 1No novo episódio de Believe, a garotinha Bo encontra uma carta de amor endereçada a uma abastada mulher de Nova York. É um pedido de casamento feito por um amor do passado e mantido escondido dela durante anos.

A historinha é o ponto de partida para uma discussão que ocorre de forma capenga ao longo do episódio: na vida real, nem todos os finais são felizes. A constatação é bem óbvia, o que me faz pular qualquer tentativa de discuti-la e procurar entender por que Believe é incapaz até mesmo de ouvir os próprios argumentos nessa questão.

Não há mal nenhum no fato de uma série ser otimista ou esperançosa, inclusive há muito pouco disso entre os seriados dramáticos atuais. Entretanto, é necessário sempre pensar um pouco e pesar bem a mão antes de definir os rumos de qualquer história televisiva. Os criadores e roteiristas de Believe parecem ter se esquecido completamente dessa parte do planejamento e seguido direto para a produção.

believe1_42É difícil não saber qual será o final de Bo e Tate, já que a série deixa muito claros os caminhos que pretende seguir (se não for cancelada antes, o que é bem provável se considerarmos a gigantesca queda de audiência que teve já nesses primeiros episódios). E isso, a certeza do futuro dos personagens, é um pecado mortal, ainda mais em uma série tão mal resolvida.

O telespectador sequer tem personagens interessantes nos quais se ancorar, porque todos eles não passam de grandes caricaturas sem um pingo de personalidade. Bo, a garota prodígio, consegue ser a mais irritante, sempre agindo como se não estivesse prestes a ser levada para um laboratório onde deve voltar a ser cobaia em testes dolorosos. Ela é boa, ela tem poderes, ela quer ajudar, para que construir uma personalidade além disso, né?

Como a narrativa de cada novo capítulo é exatamente idêntica à do anterior, algo que eu já havia comentado anteriormente, resta aos casos emotivos semanais a tarefa de prender a atenção do público. O problema é que a maioria deles é ainda mais óbvia e entediante que a narrativa central.

Believe - Season 1O pior é que dá até para enxergar o objetivo inicial dos criadores. Construir uma narrativa frenética, com dois personagens centrais em constante fuga, pontuada por casos de interesse humano que manteriam o público vidrado. Poderia ter dado certo, mas não está dando. Longe disso, aliás. Muito, muito longe. No momento, não consigo pensar em um único motivo plausível pelo qual alguém iria querer continuar assistindo a essa péssima primeira temporada.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s