Sem Escalas | Crítica

Sem Escalas 1Desde o surpreendente sucesso de Busca Implacável (2008), Liam Neeson virou sinônimo de herói de ação com suspense. Seu novo thriller, Sem Escalas, é um filme sobre o sequestro de um avião cujo vilão é misterioso, alguém à bordo envia mensagens de texto ao celular do agente federal aéreo Bill Marks (Neeson) com uma ameaça: matará uma pessoa a cada 20 minutos se não forem depositados 150 milhões de dólares numa conta bancária.

Curiosamente, quando Marks começa a se movimentar pela aeronave, indo até a cabine dos pilotos e a conversar por telefone com seu superior, todos começam a pensar que ele é o sequestrador. E quem sabe? Ele pode mesmo ser, ele sofreu perdas, é emocionalmente instável, poderia estar enviando mensagens a si próprio como um esquizofrênico. Assim como pode não ser, e daí temos vários suspeitos dentro do avião.

Sem Escalas 2E assim, durante todo o longa, ficamos procurando com Bill o verdadeiro sequestrador, e desconfiando dele mesmo. O diretor Jaume Collet-Serra (Desconhecido, A Orfã) cria suspense a cada sequência, conforme vai apresentando mais personagens. Como a de Julianne Moore, Jen, que ajuda Bill em sua investigação, mas também tem seus mistérios. Julianne, aliás, nunca entenderei sua lógica ao escolher filmes, uma grande atriz, já indicada ao Oscar algumas vezes, mas que adora fazer um filme B, mesmo num papel raso como este.

Apesar do suspense crescente e das boas sequências de ação, o filme não deixa de ser uma sucessão de clichês do gênero. A estrutura é a mesma, herói pouco convencional, com um passado conturbado, numa situação de perigo iminente e responsável por dezenas de vidas, reviravoltas, a típica paranoia norte-americana, vilão que revela todo o plano, e no final, a solução é simples porém sacal, com direito a salvamento de criancinha e um flerte. Mas não se preocupem, não revelei grandes spoilers, no meio disso tudo há muitos suspeitos e mortes.

Sem Escalas 4Sem Escalas em nada inova ou faz dele um guilty pleasure inesquecível como seus “primos” Con Air ou Força Aérea 1, é apenas um bom passatempo, mesmo que a tensão no avião possa causar sensações claustrofóbicas. E ainda conta com um ótimo elenco de apoio, além da oscarizada Julianne, ainda tem Michelle Dockery (de Downton Abbey) crescendo em Hollywood, e até uma figurante de luxo, Lupita Nyong’o (12 Anos de Escravidão). Mas o que vale mesmo pela forte presença é o super Irlandês sessentão Neeson, impossível resistir a seu charme taciturno.

Cotação-3-5

Sem Escalas (Non-Stop)

Sem Escalas - poster nacional

Direção: Jaume Collet-Serra

Roteiro: John W. Richardson, Christopher Roach e Ryan Engle, baseado em história de John W. Richardson e Christopher Roach

Elenco: Liam Neeson, Julianne Moore, Scoot McNairy, Michelle Dockery, Nate Parker, Corey Stoll, Lupita Nyong’o, Omar Metwally, Jason Butler Harner, Linus Roache, Shea Whigham, Anson Mount, Quinn McColgan, Corey Hawkins, Frank Deal, Bar Paly, Edoardo Costa, Jon Abrahams, Amanda Quaid, Beth Dixon, Cameron Moir, Lars Gerhard, Oliver Lehne, Michael Thomas Walker, Pat Kiernan, Annika Pergament, Victoria Arbiter, Jeff Pollock, Hank Sheinkopf, Dani de Waal, Adi Hanash, Nadia Bowers, Andrew Alberson, Finise Avery, Marshall Axt, Ari Barkan, Lorenzo Beronilla, Josh Bodenhamer, Alejandro Cardenas, Rob Casasanta, Richard R. Corapi, Jessica Doehle, Vince Edgehill, O.T. Fagbenle, Edgar Felix, Ibnu Firza, Bryan Fox, Brandon Lee Harris, Christine Hitt, Ken Jacowitz.

Gênero: Ação/Suspense

Duração: 106 minutos

Curta a fanpage do Cinelogin no Facebook!

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s