Almost Human S01E12 – Beholder | Review

almost_human12O agente Kennex é apenas uma alma solitária em busca de amor. “Antiquado, esse sou eu”, diz ele neste novo episódio de Almost Human, em que descobrimos que o policial acredita que há uma cara metade lá fora para cada coração carente à procura de companhia.

O caso da semana trata da perseguição da beleza ideal. Um homem complexado por seu rosto utiliza uma tecnologia que rouba traços faciais de suas vítimas, matando-as no processo. Dessa forma, é possível transferir aspectos físicos de diversas pessoas e uni-los em um rosto ideal.

Não é um grande mistério, nem particularmente instigante ou interessante e só Deus sabe porque foi escolhido como penúltimo episódio da temporada, momento em que algumas das melhores séries atuais têm se destacado com grandes narrativas.  Mas é um bom episódio, apesar da ligeira falta de emoção.

almost_human122 A narrativa volta à história dos chromes, seres humanos modificados geneticamente para conseguir maior inteligência, beleza e nenhum problema de saúde, o que acarreta uma longevidade incomum. Novamente a detetive Valerie ganha destaque, desta vez inclusive auxiliando efetivamente na resolução do mistério central.

Os eventos da história pouco acrescentam a qualquer uma das linhas narrativas maiores da série, como o caso da ex-namorada de Kennex ou o plano de construção de um exército de robôs invencíveis. Uma escolha estranha, que faz pensar que os eventos do próximo (e último) episódio deverão ser muito mais tensos e ganharão continuidade somente na próxima temporada mesmo.

É bom, para variar, tirar o foco de Dorian e passá-lo para Kennex, que andava meio inexpressivo ultimamente. Seria melhor ainda se o roteiro investisse mais em uma complexidade emocional maior para o personagem, ao invés de bater sempre na mesma tecla: ou o agente está obcecado pelo passado ou enfrenta dilemas amorosos sempre muito parecidos.

almost_human123Mas é bom ver a série investindo em uma personagem feminina, que permanecia apagada  desde o início da temporada. A linha narrativa sobre os chromes, que parece que será recorrente na história, também é promissora e pode gerar alguns bons momentos no futuro.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s