Glee S04E06 – Glease | Review

O musical anual de Glee foi ao ar homenageando “Grease”, o musical e filme da década de 70 que vangloria o romance juvenil. A qualidade presente nos quatro primeiros episódios da temporada deu lugar a um episódio que tentava ser manter bom, mas que a toda hora apelava pra repetições.

Passados quase quatro anos de seriado, o que realmente mudou em relação à História? Sue continua tentando destruir o clube (e as desculpas para isso cada vez menos importam); uma loirinha cheerleader pega no pé da mocinha, e o diretor do coral é desacreditado de todos. Não fossem os nomes dos personagens, seria praticamente tudo igual.

Mesmo as pequenas tentativas de mudança já demonstram alguns problemas. Primeiro que manter Rachel em Nova Iorque foi uma ótima decisão, que deveria ser mantida, mas daí já abusaram do recurso de fazê-la voltar à sua cidade natal, primeiro pra terminar com o Finn e agora pra ver a montagem de Grease. Sério?! A desculpa foi tão esfarrapada que Kurt insistiu tanto, mas quando chegou a hora ficou se roendo e não quis falar com o Blaine. Isso sem nem mencionar o fato de uma professora de faculdade pagar as passagens.

Já que falei no Blaine, me veio a pergunta: por que diabos o personagem ganha um solo TODO episódio? É sempre uma cena à parte do resto do episódio e sempre a mesma coisa, uma baladinha sem sal completamente esquecível. Isso só corrobora para o velho problema de Glee: o subaproveitamento de seus personagens. Taí Tina que não me deixa mentir.

Wade por sua vez já se mostra como um personagem monotemático, não dá pra explorar mais do que aquilo, e espero que não façam com ele o que fizeram com o Kurt, tornando-o num dos personagens mais chatos da série. Aliás, Wade nem merece tanto destaque assim, e bancar a vítima da temporada não ajuda em nada.

Mas se tem uma coisa que Glee sabe fazer bem é número musicais. “Greased Lightning ” e “You’re the One That I Want” que começa com Marley and Ryder e termina com Rachel e Finn são bons exemplos disso, principalmente ao trazer alguns flashbacks da primeira temporada. Nossa como a Rachel mudou. Tá faltando só a série seguir o mesmo rumo e aprender que nem sempre a mudança é ruim.

Músicas no episódio:
  1.  “Greased Lightning”: Ryder (Blake Jenner), Sam (Chord Overstreet), Jake (Jacob Artist), Joe (Samuel Larsen) e Mike (Harry Shum Jr.)
  2.  “Look At Me, I’m Sandra Dee”: Kitty (Becca Tobin)
  3.  “Beauty School Drop Out“: Blaine (Darren Criss)
  4.  “Look At Me I’m Sandra Dee (Reprise)”: Marley (Melissa Benoist)
  5.  “There Are Worse Things I Can Do”: Santana (Naya Rivera), Unique (Alex Newell) e Cassandra (Kate Hudson)
    “You’re The One That I Want”:
    Rachel (Lea Michele), Finn (Cory Monteith), Marley (Melissa Benoist), Ryder (Blake Jenner) e New Directions
Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s