Glee S04E03: Makeover | Review

Glee - S04E03 - Makeover

Glee anda me surpreendendo positivamente no início dessa temporada. Talvez a enxugada no número de personagens fez com que os roteiristas voltassem os olhas àqueles que realmente fazem a diferença na série. E o fato de atualmente haver duas tramas (uma em Nova Iorque e outra no McKinley High) só contribui para o bom momento.

Em McKinley acompanhamos as novas eleições para Presidente da escola, Brittany estava lutando por uma reeleição e encontrou em Blaine um adversário. Estranho ver que somente dois alunos estava interessados pelo cargo, mas o propósito da história foi mostrar a situação em que Blaine se encontra. Sem o Kurt na escola, tudo que ele faz parece sem sentido, afinal ele havia trocado de escola por conta dele.

Ambos estão em momentos diferentes da vida, e isso somado ao fato de estarem distantes complica a situação. Taí uma história que pode render algo, bem melhor do que qualquer drama que já tentaram forçar os dois. A história da eleição também serviu pra conferir um pouco mais de destaque para a relação Sam/Britanny. Pelo visto estamos diante de uma nova Grey’s Anatomy em que todo mundo pega todo mundo, mas os dois estão funcionando bem como amigos. Ainda assim, abre o olho, Santanão.

Em Nova Iorque as coisas andam dando certo para Rachel e Kurt, bem demais até. O rapaz conseguiu um estágio na Vogue.com com um de seus ídolos, Isabelle Wright (Sarah Jessica Paker). Tudo pareceu rápido e fácil demais pro meu gosto. Hoje ele é entrevistado, na mesma hora consegue o estágio e cinco minutos depois já é confidente de sua chefe? Não né, Glee? Como diabos ele conseguiu essa entrevista? O que o torna diferente de qualquer outro candidato? Enfim, apesar do episódio ter sido bom, aqui e acolá percebemos alguns erros comuns da série e a aleatoriedade de cenas, se torna bastante presente.

Quanto à Rachel, finalmente algum movimento em relação ao Brody. E o novo casal tem tanta química, que a cara de pateta do Finn no fim do episódio só mostrou que ele não fez muita falta. Nova Iorque representa uma nova fase na vida da cantora, e é um importante passo na mudança para a fase adulta. Namoro de high school parece tanto… namoro de high school.

Apresentando uma história mais concisa, o episódio contou com músicas que acompanhavam o roteiro. Não tivemos aqui nenhuma homenagem e nenhuma música presente somente por ser um sucesso. Apesar de não termos nenhuma versão memorável, também não foi nada ruim a ponto de ser trágico.

  • Acho que ninguém, ou quase ninguém, liga muito pro Mr. Schue. Ninguém aqui tá dizendo que ele não tem importância, afinal ele foi fundamental em alguns momento do grupo, mas o papel dele é esse, e só.
  • Continuo sem sentir falta da Mercedes; a ausência de Marley, Unique e Jake não fez diferença alguma também, mas foi muito bom rever a Becky.
  • Ainda me pergunto pra que diabos serviu aquela gravidez da Sue. Pra nada aparentemente.

Músicas do episódio:

  1. Everybody Wants to Rule the World” – Tears for Fears (Blaine)
  2. Celebrity Skin” -Hole (Brittany/Sam)
  3. The Way You Look Tonight / You’re Never Fully Dressed Without A Smile” – Fred Astaire/Annie (Kurt/Isabelle/Rachel)
  4. A Change Would Do You Good”-Sheryl Crow (Rachel/Brody)
Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s