Glee S03E15 – Big Brother e S03E16 – Saturday Night Glee-ver | Review

3×15, Big Brother

Então Glee resolveu dar as caras novamente à TV americana. Depois de mais de um mês em off, e após um cliffhanger que deixou mutos fãs apreensivos, o retorno da série não poderia ser mais entediante. A fonte de ideias dos roteiristas anda tão escassa, que andam até repetindo histórias pros personagens.

Como comentei no review do episódio anterior, a série não tem coragem suficiente pra se desfazer de uma personagem como a Quinn daquela maneira. Ora, se não tiveram coragem de matar nem o Karofsky que já foi bem odiado, quem dirá a cheerleader. Mas aí depois daquele climão que foi a season finale, veio a pergunta: O que fazer com a Quinn? – Ela já engravidou, já teve o filho numa competição, já deu o filho, já tentou pegar o filho de volta, já se revoltou… Ah, já sei, não vamos matá-la, vamos colocá-la numa cadeira de rodas de mostrar a dificuldade de ser uma cadeirante no high school…

Epa… parece que eu já vi isso em algum lugar! As músicas que escolheram para ela cantar só reafirmam a palidez que foi esse episódio. Episódio aliás, que nem focou na recém-cadeirante. Com o nome de Big Brother, conhecemos o irmão mais-velho-quase-muito-famoso de Blaine, Cooper, vivido pelo protagonista de White Collar, Matt Bomer. Embora Bomer seja um bom ator, deve ter sido bem difícil tirar alguma coisa boa do personagem.

De longe, o maior acerto do episódio foi o novo plot que deram para a Sue. A antes exterminadora de Glee Clubs (aliás, a campanha, como antecipei, não serviu pra nada) agora está do lado das crianças cantantes, isso tudo porque uma nova treinadora,Roz Washington, resolveu tomar as Cheerios para si. Aliás, não é preciso muito esforço pra perceber que Roz é uma versão mais jovem da própria Sue, com o plus de ter uma atitude mais gueto.

Músicas do episódio:

I’m Still Standing de Elton John. Cantada por Quinn e Artie
Hungry Like The Wolf/Rio de Duran Duran. Cantada por Blaine e Cooper.
MMMBop de Hanson. Dançada pelo Blaine jovem. (background)
Fighter deChristina Aguilera. Cantada por Blaine.
Up Up Up de Givers. Cantada por Artie e Quinn.
Somebody That I Used To Know de Gotye (feat. Kimbra). Cantada por Blaine e Cooper.

3×16, Saturday Night Glee-ver

Daí que fui assistir o décimo sexto episódio da terceira temporada de Glee achando que não poderia ser pior do que o episódio anterior. E não foi. Por bem pouco. O episódio resolveu seguir aquele modelo de episódio temático já bastante batido pela série. Resultado? Tivemos 8 músicas espremidas no episódio.

Dessa vez, Mr. Shue e Sue Sylvester tem uma nova tarefa com segunda intenções pro Glee Club. Uma competição envolvendo o disco, “Saturday Night Fever” que tem como premiação um terno branco (do qual ninguém gosta, mas sabe-se lá porque resolver competir). A competição de músicas disco faz com esse seja o episódio com mais falsetes ever. Imaginem a tortura ver Finn e os demais?!

Falando no Finn, tivemos mais drama envolvendo o casal protagonista. Antes era o casa não casa. Daí resolveram casar. Tudo deveria estar bem, mas não está porque Rachel não se contenta em não saber o que Finn que ser da vida. Blá blá blá… Finn descobre que sempre quis ser ator (!). Não sei de onde isso surgiu, mas tampouco me importo, contato que esse draminha bobo acaba de uma vez. Sou da opinião que Glee deve ser uma série de comédia, com uma pitada aqui e acolá de drama, vez ou outra. Mas como um drama barato choca mais que uma comédia bem feita, a série apela pra esse tipo de coisa.

A parte boa do episódio veio de um plot que nada tinha a ver com o tema central. Wade (uma junção de Kurt e Mercedes) que surge como o (a) Unique. O (A) personagem tem domínio de palco e foi uma história boa porque não extrapolaram a dose, não fizeram desse o super-hiper-mega drama da vida do cara (da cara, sei lá).

Aliás, essa foi mais uma participação de um dos pupilos do reality show The Glee Project, dois já tiveram participações ótimas, enquanto que Damian e Samuel tão mais apagados na série do que qualquer outro ser. Apenas essa participação do Alex Newell e da Lindsay Pearce valeram a pena. Foi bom inclusive, pra voltarmos a ver Jesse St. James.

Músicas do episódio:

You Should Be Dancing Cantada por Blaine com Brittany e Mike.
Night Fever Cantada por Will, Sue, Joe e Blaine com o New Directions.
Disco Inferno de The Trammps. Cantada por Mercedes com Santana e Brittany.
If I Can’t Have You de Yvonne Elliman. Cantada por Santana com o New Directions
How Deep Is Your Love Cantada por Rachel com William McKinley Jazz Ensemble
Boogie Shoes de KC and the Sunshine Band. Cantada por Wade/Unique com o Vocal Adrenaline.
More Than a Woman Cantada por Finn com Santana e Kurt.
Stayin’ Alive Cantada por Finn, Mercedes, e Santana com o New Directions.

Leia mais sobre Glee.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s