Game of Thrones S02E03 – What is Dead May Never Die | Review

got-S02E03-Tyrion-e-Varys

Seguindo com a estratégia de segmentar o tempo entre seus diferentes personagens de maneira fluida e equilibrada, este What is Dead May Never Die também estabelece definitivamente o anão Tyrion Lannister como centro absoluto da temporada. Não é à toa, quem leu o segundo livro sabe que o anão realmente é o destaque na história, tendo maior volume de material para ser contado, e a atuação primorosa de Peter Dinklage só corrobora para que o personagem receba todo o foco da série. O ponto alto do episódio foi seu estratagema para detectar e eliminar possíveis traidores na corte. Economizando tempo, a sequência foi encenada através de eficazes elipses que traziam o anão dialogando com cada membro do conselho. Aliás, é válido ressaltar que Game of Thrones tem sido muito feliz em apresentar sua narrativa de maneira dinâmica, sem enrolação. Outro exemplo pode ser observado na forma como Shae é rapidamente colocada para ser criada de Sansa. E o que dizer do intrigante diálogo onde Varys expõe sua visão sobre o poder? Chegou a arrepiar finalmente ouvir a frase “Power is a curious thing.“, tão repetida nos diversos trailers que precederam à temporada.

Repetindo a ideia de iniciar o capítulo no exato ponto em que o último se encerrou, o que garante uma elegante fluidez na sucessão dos episódios, What is Dead May Never Die começa com Jon Snow e sua ingênua postura ética sendo defrontado pelo pragmatismo de seu comandante, Lord Mormont. Depois de uma cena bonitinha que prenuncia um possível romance entre Sam e Gilly, passamos rapidamente por Winterfell, onde vale destacar a interessante sequência, filmada em primeira pessoa, do sonho de Bran na pele de seu lobo Verão. O menino Stark tem uma breve discussão com Meistre Luwin acerca da magia que está sendo desperta naquele mundo, o que é outra interessante tônica da saga.

got-S02E03-Renly-e-Margaery-2

Mas o que realmente fisga o espectador, além da já citada atuação do anão, é o novo núcleo apresentado envolvendo Renly Baratheon. O episódio se aproveita, tal como o livro, da missão recebida por Catelyn Stark para nos apresentar uma gama nova de personagens. Porém, diferente do livro, a série possui liberdade para ir muito mais além dos olhos da mãe dos Starks e assim temos a oportunidade de conhecer muito mais a fundo aquele segmento. E a série acertadamente não se preocupa nem um pouco em ser contida no que se refere ao relacionamento entre Renly e Sor Loras (se você se surpreendeu naquela cena entre os dois na primeira temporada espere só até ver este episódio). E se no episódio anterior a caracterização de Yara Greyjoy deixou a desejar, neste fiquei plenamente satisfeito com a submissão obstinada mostrada por Brienne de Tarth. Mas neste núcleo a personagem que realmente surpreende é Margaery Tyrell. É de impressionar a cumplicidade que a rainha encara a homossexualidade de seu marido, exibindo um certo tipo de amor prático ao compreender a dificuldade do rei na cama, mas ao mesmo tempo confrontando-o com a necessidade de gerar um herdeiro.

E como o nome do episódio faz referência, também visitamos Pyke e o núcleo dos Greyjoy. E devo mais uma vez ressaltar a competência do trabalho de Alfie Allen, que simplesmente subverteu na série a má impressão que eu tinha de Theon nos livros. Sim, o personagem continua sendo um cafajeste idiota, mas a maneira como o ator o encarna lhe confere humanidade, principalmente na cena onde ele joga para cima do pai seu inconformismo. Aí vemos que há força e coragem em Theon Greyjoy. Com isso, sua decisão de trair Robb ganha contornos muito mais trágicos do que de apenas uma simples estupidez.

Finalizando com uma pequena sequência de ação onde vemos os caminhos de Arya mudarem de direção, este terceiro capítulo revela-se como possivelmente o último de caráter introdutório da temporada. Todas as peças já estão nos seus devidos lugares, que o Jogo dos Tronos comece para valer a partir de agora.

Game-of-Thrones-S02e03-Theon-e-Aeron

Leia mais sobre Game of Thrones.

Anúncios

Um comentário

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s