How I Met Your Mother S07E16 – The Drunk Train | Review

Na review do episódio anterior eu comentei que a série tinha escolhido uma péssima história pra contar, entretanto o modo como ela havia contado essa história era de se elogiar. No episódio dessa semana ocorre algo intrigante pois, a história principal que se proporam a contar era boa, mas a forma como contaram, e o desenrolar dela decepcionaram.

Tentando fugir do feriado dos namorados, Marshall e Lily convidam Robin e Kevin para uma viagem para Vermont. Kevin e Robin usam a viagem para fazer uma análise do namoro dos dois comparando-os com os 16 anos de relacionamento de Marshall e Lily. Achando que deve tomar o passo e levar o namoro para um nível maior, Kevin pede Robin em casamento. Quanto a Barney e Ted, os dois tentam arrumar uma transa para passar o Dia dos Namorados.

Eu quase não reconheci a maioria dos personagens no episódio. Ted, que provavelmente deve ser o banana mais romântico da história das sitcons desiste de encontrar o amor da sua vida e para o Valentine’s busca apenas arrumar uma transa. Barney começa a pensar em relacionamento com uma pessoa a qual em outros episódios não passaria de uma conquista. E a grande surpresa, Robin cogita a possibilidade de se casar com Kevin. Justo a Robin que outrora tinha pavor a relacionamentos sérios e pior, iria largar o Kevin pra ficar com Barney. Essas características marcantes dos personagens a meu ver foram moldadas de uma forma covarde pelos roteiristas a fim de encaixá-los na cena final.

Cena forçada diga-se de passagem. Se o objetivo era surpreender eles conseguiram, mas não de uma boa forma. Já estamos na sétima temporada e já sabemos que a Robin não é a “mãe” desde o piloto, insistir em Ted/Barney novamente parece-me um erro abominável (semelhante ao Joey/Rachel em Friends). Por mais que não veja essa história indo muito longe, acharam por bem trazer os sentimentos de Ted à tona. A única possibilidade que vejo é o desenrolar da trama anunciada por Victoria no início da temporada, caso isso não ocorra, vão ficar nesse vai-e-vem forevermente.

Marshall e Lily foram os personagens apagados do episódio, entretanto, a cena mais engraçada é do casal, quando sabemos pelo flashfoward que a ideia de formar um time pra tomar conta do bebê que estar por vir não dará certo. Mas, minha imensa felicidade do episódio diz respeito a Kevin e sua grande ideia de pedir Robin em casamento, grande pelo fato do namoro deles ter terminado em decorrência disso. Todos sabíamos que Robin e Kevin tinham um prazo de validade, e quem acompanha minhas reviews sabe que já tava passando da hora dele dizer adeus ao grupo.

O plot que deu nome ao episódio tentou com todas as forças garantir algumas risadas no episódio, sem grandes sucessos, claro. É válido lembrar a participação da stripper Quinn (Becki Newton de Ugly Betty). É provavel que ela não retorne ao show, mas seria uma boa ideia criar um suspense maior pela noiva do Barney. De início digo que a pequena participação da Quinn já superou todos os episódios com a Nora.

Pela segunda semana consecutiva HIMYM apresenta um episódio aquém de sua capacidade e não condizente com o padrão que até então vinha sendo mantido pela temporada. Talvez seja um momento de ajuste de história, um momento necessário pra preparar terreno pra coisas melhores. Ou talvez seja tempo de aceitar que o fim está cada vez mais próximo.

Leia mais sobre How I Met Your Mother.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s