Fringe S04E08 – Back To Where You’ve Never Been / S04E09 – Enemy of My Enemy | Review

Finalmente a temporada engrena de vez! Após passar pelo recesso de fim de ano, a quarta temporada de Fringe deixa de lado a pausa dramática em que se encontrava para colocar enfim a história para andar. E se antes fazia falta alguns elementos que supostamente deveriam fazer parte do plot desta temporada, como a interação entre os dois universos, estes dois episódios vieram com tudo para suprir esta ausência.

fringe-s04e09-walter-e-peter

E que maneira brilhante os roteiristas acharam para mesclar as duas frentes narrativas da série nestes dois episódios! Por um lado temos Peter, que está desesperado para retornar à sua realidade (algo realçado logo de início numa cena de sonho) e convencido de que a chave para isto encontra-se na máquina que conectou os dois universos. Tendo de lidar com a recusa de Walter a lhe auxiliar, ele acaba pensando no lógico: tentar convencer Walternativo a fazê-lo (como é bom finalmente ver os personagens lembrarem que existe um outro lado!). Por outro lado temos a misteriosa conspiração envolvendo os novos shapeshifters, que a divisão Fringe crê que estão sendo enviados pelo outro lado, como foi no passado. Assim, se Peter quiser ajuda dos outros para prosseguir com seu plano ele definitivamente terá que assumir algum papel nesta luta, por mais que ele repita que ela “não é sua”.

fringe-s04e08-peter-1024x574

Assim está definido o cenário para o oitavo episódio Back To Where You’ve Never Been, que se concentra nesta ação em que Peter e o agente Lee cruzam a fronteira dos universos com objetivos distintos. E uma vez lá as coisas podem se revelar um tanto diferentes do que se pensava inicialmente. É interessante como o episódio brinca em relação às nossas perspectivas quanto ao posicionamento dos personagens, subvertendo e surpreendendo nossas impressões acerca de quem é de fato o vilão da história. Culminando com uma revelação emblemática, numa cena de explodir a cabeça de qualquer um, o oitavo episódio representa definitivamente uma virada de ritmo para a temporada.

Dando sequência à linha de ação iniciada no episódio anterior, Enemy of My Enemy é o episódio responsável por apresentar efetivamente aquilo que se esperava desde o final da terceira temporada: os dois universos deixando suas diferenças de lado para trabalhar mutuamente em nome de uma causa em comum. É compreensível que para isto tenha sido necessário a introdução de um inimigo em comum, e o fato de nós já sabermos quem este inimigo é tira um pouco da graça do processo. Nada que a série já não tenha apresentado antes, sendo um dos pontos fortes a reintrodução de um dos mais fascinantes antagonistas da história: o incrível Dr Jones.

Fringe-s04e09-jones

E aqui também reside aquilo que pode se tornar o ponto fraco da temporada: utilizando a experiência de Peter como uma vantagem para combater o inimigo, a série pode se aproximar demais do que já foi apresentado antes e se tornar desnecessariamente repetitiva. Caberá aos roteiristas utilizar esses elementos já conhecidos de maneira nova afim de dar um frescor para esta quarta temporada. A berlinda é perigosa e qualquer exagero pode se revelar desastroso, mas nada que esteja fora da capacidade desta série maravilhosa.

.

.

Glyph Code:

glyph-code-fringe-s04e08

glyph-code-fringe-s04e09

Leia mais sobre Fringe

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s