Red Hot Chili Peppers – Parte 1| Give It Away

Red-Hot-Chili-Peppers-Logo1 Como prometido, e aproveitando a chegada dos Red Hot Chili Peppers ao Brasil esta semana (eles tocam amanhã, 21 de setembro, em SP, e sábado, 24, no Rock in Rio). Vamos relembrar a carreira desta que é uma das maiores bandas do mundo, que venderam mais de 65 milhões de álbuns, ganharam 6 Grammy e detém recordes de hits nº 1 nas paradas. Eles até ganharam uma estrela na calçada da fama de Hollywood em 2008. O Red Hot Chili Peppers é uma banda norte-americana que se formou em Los Angeles em 1983, com o nome Tony Flow and the Miraculousy Majestic Masters of Mayhem, depois de ganharem um pouco de fama tocando em clubes de Los Angeles mudaram para o nome conhecido. E o fato de ser Californiana influencia diretamente o som da banda, é o que faz seu diferencial. Talvez por, diferentemente da maioria das bandas de rock conhecidas, os Red Hot Chili Peppers vêm de um lugar quente, colorido, miscigenado e alegre, a banda sempre passou essa impressão, mesclando rock com funk, punk e rock psicodélico. É clara a diferença entre os Red Hot Chili Peppers e as outras bandas que surgiram na mesma época, eles apareceram totalmente fora do contexto. Enquanto as bandas da época tinha um som pesado e depressivo, eles se apresentavam nús, vestindo apenas meias nos pênis (conhecido como “Socks on Cocks“)! Red-Hot-Chili-Peppers-The-Abbey-Road-ep-1988-300x300

Hoje em dia a banda é formada por seus membros fundadores Anthony Kiedis (vocal) e Michael Balzary “Flea” (baixo), pelo baterista Chad Smith, que entrou na banda em 1988, e Josh Klinghoffer (guitarra), a mais recente adição, chegou em 2009.

Na formação original oRed Hot Chili Peppers tinham Hillel Slovack na guitarra e Jack Irons na bateria, mas passaram também pela banda Cliff Martinez (bateria) e Jack Sherman (guitarra), no primeiro álbum, The Red Hot Chili Peppers. Slovak morreu de overdose de heroína em 1988, o que resultou na saída de Irons, em seu lugar D.H. Peligro ficou brevemente antes da entrada definitiva de Chad Smith. No lugar de Slovak entrou John Frusciante, que ficou até 1993, foi substituído por Dave Navarro, voltou em 1998 e deixou a banda novamente em 2009.

Sim, a banda sempre viveu entre altos e baixos (e baixas), muito por causa do vício em heroína e o despreparo para lidar com o estrondoso sucesso. Hoje eles estão limpos, e apesar de consciência de serem rockstars, ainda optam pelo estilo low profile, isso é visível em seus shows, que não contém nada de parafernália de efeitos visuais de outros grandes artistas.

Mas vamos lá relembrar alguns de seus álbuns:

Red-Hot-Chili-Peppers-capa1-120x120The Red Hot Chili Peppers, lançado em agosto de 1984. Este álbum não fez tanto sucesso, tendo apenas um breve hit, True Men Don’t Kill Coyotes (e seu clipe maluco), e ainda tinha Jack Sherman  na guitarra (Slovak, apesar de já ter tocado com eles em shows, não participou da gravação pois na época ainda tocava em outra banda, assim como Jack Irons). A falta de química provavelmente contribuiu para o fracasso deste primeiro disco. Freaky Styley, lançado em setembro de 1985.

Red-Hot-Chili-Peppers-Freaky-Styley-capa-120x120Neste álbum o Red Hot Chili Peppers realmente colocou sua marca e experimentou. A produção ficou a cargo da lenda da black music  George Clinton e o álbum recebeu várias críticas positivas devido à mistura de rock com funk. Porém, ao longo da turnê, o uso de heroína por Kiedis e Slovak vai ficando cada vez mais frequente e pesado…

Red-Hot-Chili-Peppers-The-Uplift-Mofo-Party-Plan-capa-120x120The Uplift Mofo Party Plan, lançado em setembro de 1987. Anthony Kiedis faz um tratamento e sai limpo para começar a escrever e gravar o novo álbum, o primeiro sucesso comercial do grupo, apesar de ainda modesto, com hits como o super funk rockFight Like a Brave (e seu clipe divertidíssimo), Behind the Sun (um dos clipes mais legais da banda até hoje), além de Me and My Friends (que tocam até hoje em shows). Finalmente com a formação original, eles saem em turnê, e numa viagem à Inglaterra, decidem fazer uma “homenagem” aos Beattles na Abbey Road, o que acabou rendendo um EP com cinco músicas, incluindo o cover Fire, de Jimi Hendrix. mas em 27 de junho de 1988 vem a bomba: Hillel Slovak é encontrado morto por overdose de heroína, aos 26 anos.

Red-Hot-Chili-Peppers-Mothers-Milk-capa-120x120Mother’s Milk, lançado em agosto de 1989. Após a morte de Hillel e a consequente saída de Jack Irons, parecia o fim do Red Hot Chili Peppers, mas em 1988 Kiedis e Flea decidem reconstruir a banda em memória de seu grande amigo. Entram então o guitarrista John Frusciante, que com apenas 18 anos, impressiona por ser quase um clone de Slovak, ele já era um grande fã da banda e a química rolou instantaneamente. Na bateria, eles encontram Chad Smith. O primeiro single, Knock me Down, foi lançado em memória de Hillel. Flea toca trompete em Subway to VenusTaste The Pain e Pretty Little Ditty, eles também fazem um cover de Stevie Wonder (!) Higher Ground. Finalmente o Red Hot Chili Peppers fez um álbum que fez sucesso nas paradas e vendeu 2 milhões de cópias em todo o mundo.

Red-Hot-Chili-Peppers-Blood-Sugar-Sex-Magic-120x120Blood Sugar Sex Magic, lançado em setembro de 1991. O maior sucesso ainda estava por vir, com produção de Rick Rubin, numa mansão em Laurel Canyon, na Califórnia, durante 8 semanas os Peppers ficaram lá produzindo sua obra-prima, Blood Sugar Sex Magic, que catapultou de vez a banda ao estrelato, vendendo 12 milhões de cópias e concorrendo com o sucesso grunge da época com bandas como Nirvana e Pearl Jam. O primeiro single, Give it Away, ganhou um dos clipes mais inventivos até hoje, no deserto de Mojave, eles foram pintados de prata. Logo em seguida veio o sucesso Under the Bridge, que ficou por um longo tempo nas paradas do mundo todo. Com o sucesso veio uma longa e exaustiva turnê, que culminou na saída de Frusciante de banda em 1993, que além de não estar preparado para lidar com o sucesso, estava também se envolvendo com drogas. Mais um revés na história da banda… Querem saber como os Red Hot Chili Peppers dão a volta por cima? Fique ligado no Cinelogin, em breve a segunda parte desta quase “saga”.

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s