Balanço da Temporada – Sirens (UK)

Sirens” é uma série britânica, criada por Brian Fillis baseado no livro “Blood, Sweat and Tea”, (sem versão ainda para o português) escrito pelo paramédico Tom Reynolds. O estilo encontrado para mostrar a vida de três paramédicos foi a dramédia, e nada melhor do que seguir uma ambulância pra encontrar situações do tipo. Inicialmente a série se chamaria “Naked Apes”, entretanto, a emissora Channel 4 solicitou a mudança. A primeira temporada contou com apenas 6 episódios com estilos próprios, revelando um pouco da vida de cada personagem. Por enquanto não há confirmação sobre uma segunda temporada pela emissora, mas minha torcida aqui é grande.

Os três paramédicos protagonistas são: Stuart (Rhys Thomas) é o macho-alfa do grupo, e tem uma visão muito racional do que ocorre ao seu redor, passou por diversos problemas de relacionamento, principalmente com o pai, o que fez com que ele criasse uma aversão à vida social. Em seguida vem Ashley (Richard Madden de Game of Thrones), o ômega do grupo. Ashley é gay, mas fora agarrar homens, não se interessa por esteriótipos, tampouco busca se definir por sua homossexualidade. Ashley talvez seja o personagem mais carismático do grupo por sua postura “I don’t fucking care”. Pra completar o trio, Rachid (Kayvan Novak) é o mulçumano novato na equipe, tratado sempre como estagiário jovem, agindo sempre no impulso. No elenco também está a policial Maxine (Amy Beth Hayes), amiga de Stuart.

Nessa primeira temporada a principal qualidade que eu pude observar foi o desenvolvimento impecável dos personagens. A série dedicou basicamente um episódio para focar num personagem diferente, e assim podemos entender o que formou a personalidade de cada um, desde relacionamentos familiares a fantasias sexuais. Mas foi pouco, o Rachid por exemplo, ainda precisa de mais espaço pra se firmar como elenco principal, ainda tá atrás tanto do Stuart quanto do Ashley. Aliás, pra quem sonha com um shipper Ash-Rachid, acho difícil isso ocorrer, mas vai ser interessante ver a relação dos três agora que o mulçumano não é mais o ”estagiário” do grupo.

Mesmo seis episódios sendo pouco a série mostrou personalidade no último episódio. Trouxe personagens novos carismáticos como o mini-Stuart (e eu costumo odiar “crianças-adultas”) e ainda deixou plot de gancho pra próxima temporada que, se ocorrer, espero que não cortem a racionalidade do Stuart. É engraçado perceber como ele enxerga o mundo.

“Sirens” já entrou na mira dos americanos. Dennis Leary, de “Rescue Me”, e Bob Fisher, de “Traffic Lights”, já estão preparando uma versão americana da série inglesa para o canal USA. A produção terá o formato de sitcom. #Oremos para que o projeto não se concretize.

ATUALIZAÇÃO: Infelizmente Sirens foi cancelada pela rede britânica “Channel 4”. Quem confirmou que a série não seria renovada, foi o ator Rhys Thomas (Stuart) em seu twitter, em seguida o canal enviou seu comunicado oficial.

Anúncios

Um comentário

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s