White Collar S03E08 – As You Were | Review

White Collar sempre foi uma série que soube conciliar muito bem a trama principal com a história de cada episódio. Mesmo quando uma não tinha nada a ver com a outra, a qualidade apresentada compensava o que ia ao ar, principalmente por causa das habilidades de Neal em trapacear as vias normais do jogo.

Nesse oitavo episódio o plot da temporada deu uma parada. Quem pensou que este seria um episódio decisivo após Sarah ter descoberto que Neal está envolvido no roubo das artes do submarino se enganou. Aliás, Hilarie Burton mal apareceu nesse episódio, só deu as caras pra terminar com Neal e olhe lá. Sarah ainda deve ser chave importante nessa reta final (próximo episódio é o último antes da Summer Finale). De certa forma esse break up foi importante para que Cafrrey possa sopesar o que realmente lhe prende ao FBI: uma tornozeleira, um amor ou uma amizade?

A resposta só será apresentada na season finale provavelmente, mas parece óbvio a escolha que Neal fará, e isso nem me preocupa, me interesso mais pelo desenrolar das histórias. O que levará Neal a tomar essa decisão (assim como, o que levou Neal a mentir pro Mozzie). A temporada que começou eletrizante com uma disputa velada entre Burke e Caffrey começa a ganhar novos aspectos, o sonho de Neal sempre foi não ter que depender de dinheiro algum pra viver, mas será que ele estaria disposto a desistir do que conseguiu com o FBI por isso? Os munitos finais desse episódio mostraram que talvez dinheiro não seja tudo na vida do forger.

Comecei a review falando da qualidade das histórias que não apresentavam muita conexão com a trama principal da temporada porque focar o episódio no Jones, CJ, não foi lá uma escolha sábia. Acho legal dá destaque vez ou outra pra coadjuvantes (taí a Diana pra provar que pode render bons episódios como “Deadline”). Envolver uma conspiração da Marinha pareceu uma história muito complicada pra ser resolvida em tão pouco tempo, o final ficou apressado, e em 5 minutos a vítima da vez foi sequestrada, torturada, salva e condenada a cumprir alguns anos de cadeia. E eu ainda nem sei em que diabos ela estava envolvida. Aliás me pareceu mais uma desculpa pra por Matt Bomer num uniforme de marinheiro. Ui.

 

Anúncios

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s